Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

18 Setembro de 2019 | 20h17 - Actualizado em 19 Setembro de 2019 | 14h59

CASA-CE aplaude medidas económicas do Executivo

Luanda - O Chefe de Estado, João Lourenço, tem-se empenhado em dar aos cidadãos nacionais uma situação económica melhor, afirmou nesta quarta-feira o presidente da Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), André Gaspar Mendes de Carvalho.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

André Mendes de Carvalho,presidente da CASA-CE

Foto: António Escrivão

Ao intervir numa conferência de imprensa sobre a visão da CASA -CE face a situação política, económica e social do país, enalteceu “o apontar o dedo” a factos de corrupção, considerando inovador na governação.

Para o político, esta atmosfera ilustra o virar de página no combate à corrupção e à impunidade.

Salientou, no entanto, que este combate não está a  acontecer de uma forma isenta, com tratamento igual para factos iguais.

Em relação ao repatriamento de capitais, considera que o processo foi mal conduzido por falta de diálogo, levando a não obtenção dos  objectivos  preconizados.

Ao referir-se sobre o sector da educação, disse que as debilidades do sistema de ensino reflectem-se também  na incapacidade  dos  jovens formados de empreenderem  pequenos  negócios e iniciativas de auto-emprego, devido a inexistência  de programas curriculares voltados  para  a formação de empreendedores.

 Na óptica da CASA-CE, o ensino em Angola deve ser direccionado e vocacionado  para responder às necessidades concretas do país, mormente do sector económico.  A qualidade dos  professores e os seus salários devem ser melhorados  e os  estabelecimentos de  ensino melhor equipados.

Quanto ao sector da  justiça, o político defendeu maior celeridade na resolução dos casos interposto em juízo, para se evitar os casos de  excesso de  prisão preventiva.

Na sua alocução, falou também da problemática da falta de emprego, defendendo a  implementação de políticas de incentivo ao empreendedorismo e de criação de micro, pequenas e médias empresas.

 Nesta perspectiva, o estado  deverá  desempenhar  um papel fundamental na abertura  de  linhas de crédito  e apoio financeiro às iniciativas  empresariais, aconselhou.

Assuntos Angola   Política  

Leia também
  • 19/09/2019 12:34:34

    Chefes de Estado da Namíbia e do Mali deixam o país

    Luanda - Os presidentes da Namíbia, Hage Geingob, e do Mali, Ibrahim Boubacar Keïta, regressaram na manhã desta quinta-feira aos seus países, depois de terem participado na cerimónia de abertura da Bienal de Luanda - Fórum Pan-Africano para Cultura de Paz.

  • 19/09/2019 05:03:38

    Síntese das principais notícias das últimas 24 horas

    Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P, incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

  • 18/09/2019 20:15:44

    PR aborda assuntos de interesse bilateral com homólogos

    Luanda - Questões de interesse bilateral dominaram nesta quarta-feira, em Luanda, os encontros, em separado, entre o Presidente da República, João Lourenço, e os seus homólogos da Namíbia e do Mali, Hage Geingob e Ibrahim Boubacar Keita, respectivamente.