Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

06 Junho de 2018 | 17h27 - Actualizado em 06 Junho de 2018 | 17h22

Académico quer maior rigor na fiscalização das obras

Luanda - O docente universitário Durbalino de Carvalho solicitou hoje, quarta-feira, em Luanda, o Laboratório de Engenharia de Angola (LEA) a necessidade de maior rigor na inspecção e nos testes de qualidade dos materiais de construção usados no país, tendo em vista a durabilidade das obras.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Docente universitário Durbalino de Carvalho

Foto: lino guimaraes

A solicitação foi feita durante o workshop denominado “Café com ciência e tecnologia” realizado pelo Centro Tecnológico Nacional (CTN), afecto ao Ministério do Ensino Superior e da Ciência e Tecnologia.

Segundo o docente, algumas empresas têm pequenos laboratórios mas não devem ter capacidades de analisar com profundidade a qualidade e a durabilidade dos materiais como o LEA, que tem a responsabilidade acrescida neste sector.

Na sua óptica, se as empreses tiverem a obrigatoriedade de levarem os seus materiais ao LEA as obras terão maior qualidade e durabilidade e consequentemente o governo vai planificar melhor as suas acções, evitando os trabalhos paliativos em obras muito recentes.

“Na feitura destas obras um todo pelo país pode ter falhado muita coisa, mas o mais importante é termos a visão dos quatro tipos de erros possíveis nos projectos, nomeadamente no projecto, na selecção dos materiais, na execução e fiscalização e na utilização. Para durabilidade as falhas devem ser reduzidas a zero”, explicou.

Considerou que a fiscalização permite igualmente melhorar estratégias de reparo e evitar falhas prematuras, bem como avaliações de danos e durabilidade.

Assuntos Construção Civil  

Leia também
  • 02/10/2018 19:39:49

    Vice-governador defende manutenção periódica dos diques de protecção

    Ondjiva - O vice-governador para o sector técnico e infraestrutura do Cunene, Feliciano Salomão Himulova, defendeu nesta terça-feira, a necessidade da manutenção periódica dos diques de protecção contra enchentes e das valas de drenagem de Ondjiva.

  • 02/10/2018 17:53:45

    Relançada obra da passagem de nível da Avenida Hoji Ya Henda

    Luanda - A construção da passagem de nível superior do Caminho-de-Ferro de Luanda (CFL), no cruzamento com a Avenida Hoji Ya Henda, município do Cazenga, paralisada há 19 meses por falta de verbas, foi hoje (terça-feira) relançada pelo ministro da Construção e Obras Pública, Manuel Tavares de Almeida

  • 02/10/2018 02:02:09

    Aberto 13º Fórum de Arquitectura da Universidade Lusíada de Angola

    Luanda - O 13º Fórum de Arquitectura da Universidade Lusíada de Angola (ULA) foi aberto segunda-feira, em Luanda, com o objectivo de promover o diálogo entre os estudantes, arquitectos e instituições afins sobre este ramo da construção.

  • 01/09/2018 07:29:39

    Edificação da centralidade de Ndalatando executada 8 por cento

    Ndalatando - A construção da futura centralidade de Ndalatando, capital do Cuanza Norte, cuja primeira fase compreende implantação de 14 edifícios com um total de 212 apartamentos, conta com um nível de execução de 8 por cento.