Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Reconstrução Nacional

11 Julho de 2018 | 12h30 - Actualizado em 11 Julho de 2018 | 12h30

Início da asfaltagem depende da aprovação do Tribunal de Contas

Huambo - O início da asfaltagem dos 18 quilómetros de estrada no município do Huambo, previsto para este ano, está a depender da aprovação dos contratos de execução das obras pelo Tribunal de Contas, informou hoje, quarta-feira, o administrador local, Victor Tchissingui.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Trabalho de asfaltamento

Foto: Pedro Parente

Em declarações à Angop, disse que após o apuramento das empresas executantes  do projecto, espera-se pelo visto do Tribunal de Contas para o seu arranque.

Informou que o projecto de melhoria da circulação rodoviária contempla seis quilómetros entre a vila do Lossambo e o bairro da juventude, outros seis entre os bairros Makolokolo e Honga, quatro entre a rotunda do aeroporto, passando pelo Sassonde, até ligar com a avenida Norton de Matos, e um quilómetro e 600 metros da via que parte da entrada dos bairros Kapango e São Luís em direcção a principal estrada de acesso à vila do Lossambo.

Informou estarem também previstos quatro quilómetros no alargamento da rotunda do Kapango e da reabilitação da via alternativa que parte dali até ao hospital militar, realçando que, paralelamente aos trabalhos de asfaltamento, o projecto prevê a construção de pontes e pontecos, assim como a melhoria da macro-drenagem na zona do aeroporto Albano Machado e nos bairros arredores.

Deu a conhecer que, neste momento, decorrem trabalhos de melhoria de certas partes do tapete asfáltico que se encontram degradados, uma acção que não precisa da aprovação do Tribunal de Contas.

Acerca da reabilitação das vias terciárias, Victor Tchissingui afirmou estarem previstos 20 quilómetros, sendo que os trabalhos já decorrem nos bairros das Cacilhas e Santo António.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também