Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

08 Novembro de 2018 | 18h03 - Actualizado em 08 Novembro de 2018 | 18h04

Sessenta crianças morrem de má nutrição no Cunene

Ondjiva - Sessenta crianças, de zero aos cinco anos de idade, morreram de má nutrição severa e aguda moderada, de um total de 3.978 casos registados no decurso dos últimos nove meses em diferentes unidades sanitárias da província do Cunene.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cunene: CRIANÇA COM MÁ NUTRIÇÃO AGUDA SEVERA(Arquivo)

Foto: José Cachiva

A informação foi prestada hoje, quinta-feira, a Angop, pelo supervisor provincial do Programa de má nutrição, Tiófilo Emílio, referindo que comparativamente ao mesmo período de 2017, houve diminuição de mil e 755 casos e dois óbitos.

“A redução tanto dos casos e óbitos, deve-se a sensibilização das mães sobre a importância do aleitamento materno exclusivo, assegurar uma alimentação saudável as crianças e o refrescamento dos agentes comunitários das técnicas de triagem e tratamento da doença”, sublinhou.

A fonte avançou ainda que a maioria dos casos de má nutrição é proveniente das zonas rurais e deve-se ao desmame precoce, as condições alimentares precárias e abandono das crianças pelas mães, bem como o surgimento de doenças diarréicas.

Tiófilo Emílio aconselhou as mães a amamentarem os filhos pelo menos até aos dois anos de idade, para que possam crescer de forma saudável, assim como a realizarem consultas de planeamento familiar, para evitar gravidez não planificada.

Assuntos Província » Cunene   Saúde  

Leia também
  • 08/11/2018 12:30:02

    Médicos militares analisam prevenção de doenças

    Luanda - Médicos militares estão reunidos, desde hoje, quinta-feira, na XI jornadas médicas para analisar como prevenir a proliferação das doenças, sobretudo as mais perigosas do ponto de vista médico-sanitário destacando-se o VIH/Sida, a malária , tuberculose e a hipertensão.

  • 05/11/2018 17:47:56

    Reduzem casos de sida em Muconda

    Saurimo - Oito novos casos de infecção pelo vírus do VIH/Sida foram diagnosticados, de Janeiro até a presente data, do ano em curso, no município do Muconda (Lunda Sul), menos quatro em relação a igual período de 2017.

  • 05/11/2018 12:12:36

    País conta com 33 mil parteiras tradicionais

    Luanda - Trinta e três mil parteiras tradicionais prestam serviços em todo país na realização de partos dentro das comunidades, coadjuvando assim na redução da mortalidade materna e infantil.