Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

17 Maio de 2018 | 18h01 - Actualizado em 17 Maio de 2018 | 18h01

Faltam medicamentos no Hospital Sanatório do Lubango

Lubango - O Hospital Sanatório do Lubango, na província da Huíla, regista neste mês, de Maio, uma ruptura de estoque de tuberculostáticos para adultos em tratamento na primeira fase da doença, situação que obriga que muitos pacientes tenham de obter o fármaco em farmácias.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Paciente internada

Foto: Morais Silva

Em declarações hoje, quinta-feira, à Angop, o director-clínico daquela unidade, Lourenço Kotele, sem avançar quantidades necessárias, disse que faltam tuberculostáticos da primeira categoria, mas somente para adultos, porque para crianças ainda existem para os próximos três meses.

“De Janeiro a Abril tivemos medicamentos e assistimos a cem porcento os doentes, mas agora em Maio não há medicamentos para tratar a primeira fase da doença para os adultos, pelo que aguardamos uma intervenção do programa de luta contra doença da província ou o nacional, para os quais foi dirigida a preocupação”, disse.

Actualmente, o hospital tem internados 110 doentes, dos quais 77 com tuberculose na unidade central e 33 com a multidroga resistência em outra estrutura pertencente ao hospital. Ao todo assiste 1.222 pacientes.

De Janeiro a Abril, o sanatório atendeu três mil e 785 pessoas, das quais 815 são casos de tuberculose, 786 foram casos novos e 29 foram recaídas.

Do quadro clínico dos mesmos, 536 tem a baciloscopia positiva (BK), 232 negativa e 47 possuem tuberculose pulmonar.

Do número global, 92 são pacientes com o VIH-Sida, 31 com BK positivo e VIH-Sida e 113 são doentes que abandonaram o tratamento.

Leia também
  • 17/05/2018 02:01:15

    Crianças com anemia falciforme requerem cuidados redobrados no cacimbo

    Lubango - Os pais e encarregados de educação de crianças com problemas de anemia falciforme devem redobrar os cuidados no agasalho dos filhos nesta época de cacimbo, pois a exposição ao frio extremo podem precipitar as crises apelou quarta-feira, no Lubango, a médica pediatra Mariana Miguel.

  • 16/05/2018 12:40:46

    Mais de dois mil e 800 casos de hipertensão arterial diagnosticados

    Lubango Dois mil e 817 casos de hipertensão arterial foram diagnosticados no primeiro trimestre deste ano na província da Huíla, que resultaram em nove óbitos, mais 113 ocorrências em relação a igual período de 2017.

  • 16/05/2018 12:12:04

    Programa de luta contra malária em risco na Chibia

    Chibia, 16/05 - O programa de luta anti-vectorial contra a malária, no município da Chibia, na Huíla, está paralisado, devido a falta de insecticida para fumigação e combustível para as viaturas que o suportam.