Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

13 Junho de 2018 | 13h40 - Actualizado em 13 Junho de 2018 | 13h37

Falta de pessoal condiciona campanha anti-vectorial

Cabinda - A falta de pessoal está a condicionar o empenho da brigada de luta anti-vectorial, a nível do município de Cabinda, afirmou hoje, quarta-feira, nesta cidade, o supervisor municipal do programa de combate a malária, António Rodrigues Paulo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em breves declarações à Angop, António Paulo, adiantou que o programa, paralisado há mais de um ano, foi retomado no dia 22 de Maio, com apenas três elementos e uma carrinha.

Considerou difícil a realização dos trabalhos, porquanto deveria ser feito por 20 elementos divididos em duas brigadas, sendo uma de manhã e a outra a noite. Actualmente a fumigação é feita apenas no período noturno, das 17h30 às 21 horas.

“O que está a acontecer é que o trabalho de fumigação não é suficiente para destruir os focos de larvas e criadores de mosquitos, trabalho que deve ser feito durante o dia”, lamentou.

Anteriormente a brigada contava com o apoio da cooperação cubana e 20 técnicos que auferiam um salário mensal de 28 mil Kwanzas cada. Os mesmos encontram-se em casa por falta de apoios financeiros.

Disse que o programa de combate a malária tem o registo de 65 mil e 625 casos da doença, com 13 óbitos, de Janeiro a Março de 2018.

Assuntos Província » Cabinda   Saúde  

Leia também
  • 05/02/2019 18:39:07

    Mais de vinte e oito mil mulheres aderem ao planeamento familiar

    Lubango - Vinte oito mil e 264 novas mulheres em idade fértil aderiram ao Programa de Planeamento Familiar em 2018 nas diversas unidades hospitalares da província da Huíla, um aumento de treze mil e 57 pacientes em relação a 2017.

  • 05/02/2019 14:08:39

    Doenças à espreita nos mercados a céu aberto

    Luanda - Frequentados há mais de 20 anos, os mercados a céu aberto ganharam o "rótulo" de principal ponto de venda de produtos a retalho em Luanda, essencialmente os do ramo alimentar. Todos os dias, atraem milhares de clientes, em busca de diversidade e baixos preços.

  • 02/02/2019 23:37:11

    Município de Kimbele ganha hospital de referência

    O município de Kimbele que dista a 261 quilómetros da cidade do Uíge, sede capital da província, conta com um novo hospital de referência, inaugurado este sábado, pelo governador local Mpinda Simão.

  • 01/02/2019 15:36:21

    Governador quer mais médicos na periferia

    Luanda - O governador da província de Luanda, Sérgio Luther Rescova, recomendou, nesta sexta-feira, o reforço do número de médicos no centro de saúde km12A, município de Viana, com vista a dar melhor resposta às solicitações dos utentes.