Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

11 Junho de 2018 | 21h32 - Actualizado em 11 Junho de 2018 | 18h50

Hospital de Ondjiva sem serviço de ecografia

Ondjiva - Os exames de ecografia no Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene, estão paralisados, desde o dia 1 do corrente mês, devido a falta de um médico especializado, constatou nesta segunda-feira à Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Hospital Geral do Ondjiva

Foto: José Cachiva

Face a esta situação, os pacientes são obrigados a recorrer às clínicas privadas a fim de serem submetidos ao exame de ecografia obstétrica, ao preço de três mil e 500 kwanzas.

Contactado, o director-geral da unidade sanitária, Fernando Somongula, disse que o facto deve-se a ausência do único médico especializado que terminou o seu contrato de trabalho.

Fernando Somongula garantiu que a situação é do conhecimento do Ministério de Saúde e possivelmente dentro desta semana será encaminhada uma médica expatriada, realçando a necessidade de, pelo menos, três especialista, afim de garantir a eficiência dos serviços.

Destacou a importância do exames de ecografia obstétrica, por ser um dos principais exames complementares de diagnóstico utilizado para a vigilância da grávida, pois para além do despiste da malformação, permite monitorizar o desenvolvimento do bebé.

De realçar que o serviço de ecografia no Hospital Geral de Ondjiva foi implantado em 2016,com um atendimento diário de 30 pacientes.  

Leia também
  • 08/11/2018 18:03:46

    Sessenta crianças morrem de má nutrição no Cunene

    Ondjiva - Sessenta crianças, de zero aos cinco anos de idade, morreram de má nutrição severa e aguda moderada, de um total de 3.978 casos registados no decurso dos últimos nove meses em diferentes unidades sanitárias da província do Cunene.

  • 01/11/2018 15:31:09

    Mais de quatro mil pacientes assistidos no centro de reabilitação do Bié

    Cuito - Pelo menos quatro mil 545 pacientes, entre crianças e adultos, com deficiências físicas foram assistidas no centro de reabilitação física, de Janeiro a 31 de Outubro deste ano, informou hoje, quinta-feira, no Cuito, o administrador da unidade, Bertil Afonso Cassoma.

  • 01/11/2018 15:03:42

    Antigos combatentes do Cunene beneficiam de reabilitação física

    Ondjiva - Vinte e sete antigos combatentes com deficiência física da província do Cunene, beneficiaram de reabilitação física com a substituição de próteses e a distribuição de muleta, bem como do trabalho de fisioterapia na província do Bié.

  • 31/10/2018 14:28:29

    Sanatório sem reagentes para exames

    Menongue - A falta de reagentes, nos últimos dias, no hospital sanatório de Menongue, no Cuando Cubango, tem levado a que o diagnóstico da tuberculose seja feito com recurso ao exame de raio X, informou terça-feira, a administradora da unidade sanitária, Victória Mutango.