Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

16 Maio de 2019 | 17h12 - Actualizado em 16 Maio de 2019 | 17h12

Enfermeiros capacitados sobre administração de medicamentos no Bié

Cuito - A Ordem dos Enfermeiros de Angola (Ordenfa) no Bié está a promover desde hoje, quinta-feira, acções de capacitação sobre novas técnicas de administração e gestão de medicamentos, visando, sobretudo, melhorar o atendimento dos enfermos nos hospitais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A medida visa capacitar os profissionais no sentido de melhorar as suas habilidades na administração dos fármacos, no quadro da humanização dos serviços nas unidades sanitárias.

Durante 15 dias, segundo o presidente da Ordenfa no Bié, Eduardo Cayangula, os mais de 200 enfermeiros abordam questões relacionadas com a conservação e manuseamento de medicamentos, doses e tipos de medicamentos por doença, contra-indicações dos fármacos, bem como a promoção de acções ligadas a má nutrição, sobretudo nas crianças internadas no Hospital Geral do Bié, visando encontrar outras formas de intervenção.

Em declarações à Angop, o responsável sublinhou ser urgente a aplicação de novas medidas de distribuição dos fármacos, de forma equitativa aos utentes internados nas unidades sanitárias, responsabilizando aqueles que não existem aos familiares.

O contexto actual concluiu exige dos profissionais com mais responsabilidade tanto na assistência médica como medicamentosa, isto é, observando sempre nos valores holísticos no momento de atender os pacientes.

A província do Bié tem um milhão 455 mil 255 habitantes, sendo 763.632 mulheres, maioritariamente camponesas.

O sector da saúde dispõe de três mil 570 funcionários, sendo 84 médicos, enfermeiros e pessoal de apoio hospitalar, que labutam em 176 unidades sanitárias.

Entre as patologias que mais assolam a população contam a malária, doenças diarreicas e respiratórias agudas, diabetes, enfermidades da pele, reumatismo, febre tifóide e infecções de transmissão sexual e outras.

Leia também
  • 15/05/2019 15:57:18

    Ordem dos Médicos aposta na educação para saúde

    Dundo - A Ordem dos Médicos de Angola está apostado na promoção de acções de educação para a saúde, no planeamento estratégico em cursos de empreendedorismo e markting em saúde, no período 2019/2020, afirmou, nesta quarta-feira, no Dundo (Lunda Norte), a bastionária Elisa Gaspar.

  • 14/05/2019 16:25:34

    Procurador exorta enfermeiros a primar pela deontologia profissional

    Soyo- O procurador titular do Tribunal da Comarca do município do Soyo, província do Zaire, Hernâni Nguza, exortou hoje, terça-feira, os enfermeiros da região a primarem pelo respeito da deontologia profissional, para melhorarem a qualidade dos seus serviços.

  • 13/05/2019 15:07:08

    Registados mais de 100 casos de malária na povoação do Senga

    Uíge - Cento e 13 casos de malária foram notificados hoje, segunda - feira, na povoação Senga, 24 quilómetros á nordeste da cidade do Uíge, em 178 pessoas testadas pelas autoridades sanitárias do município sede da província, durante a campanha de rastreio de diversas doenças.