Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

12 Junho de 2019 | 13h29 - Actualizado em 12 Junho de 2019 | 13h30

Maternidade realiza 12 cortes de transmissão vertical/mês

Dundo - Dez a doze crianças de mães seropositivas nascem mensalmente livres do VIH/Sida na maternidade do hospital geral da Lunda Norte, fruto da campanha "Nascer Livre para Brilhar", que visa reduzir a taxa de transmissão da doença de mãe para o filho de 26 por cento em 2019 para 14 por cento até 2021.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Maternidade realiza 12 cortes de transmissão vertical/mês

Foto: Luanda

A campanha lançada pela primeira-dama da República de Angola, Ana Dias Lourenço, em Dezembro de 2018, pretende igualmente aumentar a utilização do preservativo pelos jovens de 15 a 24 anos e melhorar a qualidade dos cuidados pediátricos.

A responsável da maternidade do hospital geral do Dundo, Antónia Zela, informou hoje (quarta-feira), à Angop, que após o processo do corte de transmissão vertical, as mães têm tido acompanhamento regular com os antirretrovirais.

De Janeiro a presente data foram realizados 60 cortes de transmissão vertical, maioritariamente em mulheres com idades  entre os 14 e 34 anos.

Por outro lado, disse que a instituição hospitalar necessita de um bloco operatório para evitar a evacuação de gestantes ao hospital materno infantil, nos casos em que necessitam de intervenção cirúrgica (cesariana).

No concernente a partos normais, mensalmente são realizados 280 a 350, com adolescentes de 13 a 24 anos a liderarem a lista.

Leia também
  • 12/06/2019 12:03:50

    Mortalidade por malária cresce nos hospitais da Huíla

    Lubango - Pelo menos 290 pessoas morreram de malária de Janeiro a Junho deste ano na Huíla, de um universo de 170 mil 700 casos diagnosticados, observando-se um aumento de 286 casos e 98 óbitos, em relação ao igual período de 2018.

  • 12/06/2019 11:56:18

    Autoridades implementam medidas para travar surto de sarna

    Lubango - O governo da Huíla está a implementar medidas preventivas para travar o surto de sarna, que desde Janeiro deste ano afectou mais de 50 mil pessoas, o que representa um aumento de 31 mil casos em relação a 2018.

  • 11/06/2019 14:13:45

    Lunda Norte sem dadores voluntários de sangue

    Dundo - A falta de dadores voluntários e a fraca promoção de campanhas de doações tem causado rotura no banco de sangue da hemoterapia do hospital geral da Lunda Norte.