Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

05 Setembro de 2019 | 18h38 - Actualizado em 05 Setembro de 2019 | 18h38

Doentes com tuberculose abandonam tratamento

Ondjiva - Quarenta pacientes com tuberculose, de um total de 968 casos notificados no período de Janeiro a Agosto deste ano, abandonaram o tratamento na província do Cunene, informou hoje, quinta-feira, a supervisora do Programa de Combate a Tuberculose, Ricardina Assunção.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Hospital Geral de Ondjiva

Foto: José Cachiva

A responsável, que falava no término de uma formação de três dias dirigida  a médicos e enfermeiros sobre gestão e tratamento da tuberculose em crianças, sublinhou que os casos de abandono estão associados a negligência dos pacientes e apetência frequente ao consumo de bebidas alcoólicas, realidade que agrava o estado de saúde do doente.

Para inverter o quadro, Ricardina Assunção informou que estão a ser promovidas, desde o mês de Janeiro deste ano, palestras e sessões de esclarecimento sobre os cuidados a ter e a importância do cumprimento da medicação.

A responsável informou que a província dispõe de fármacos e pessoal médicos para assistir e diagnosticar a doença, daí que na suspeita da patologia o cidadão deve sempre dirigir-se a uma unidade sanitária para fazerem as consultas e tratamento da doença.

A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria que afecta principalmente os pulmões, mas também pode ocorrer em outros órgãos do corpo, como ossos e rins. E o seu período de tratamento vai de seis a oito meses.

Os participantes na formação abordaram temas como a situação da tuberculose no mundo e em Angola, diagnósticos da doença na criança, aspectos clínicos e exames complementares, sistema de informação, factores de risco, modo de transmissão e classificação.

A província do Cunene conta com 77 médicos e 946 enfermeiros e uma rede hospitalar de 146 unidades sanitárias, das quais 14 virada ao tratamento de tuberculose.

No periódo anterior, hviam sido registados 834 pacientes.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também