Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Saúde

20 Outubro de 2020 | 19h35 - Actualizado em 20 Outubro de 2020 | 21h03

Novos hospitais de Saurimo recebem primeiros pacientes

Saurimo - Cinquenta e dois pacientes começaram a ser transferidos esta terça-feira para o Hospital Geral da Lunda Sul e a Maternidade Provincial, unidades sanitárias públicas inauguradas sábado pelo Presidente da Republica, João Lourenço.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Hospital Geral de saurimo

Foto: Cedida

Trata-se de doentes que se encontravam internados nas duas antigas unidades hospitalares, cujas condições sanitárias não eram satisfatórias.

À margem do acto de transferência, o director geral do hospital da Lunda Sul, Isaac Txozo, afirmou que 11 pacientes são da maternidade e restantes do Hospital Geral.

O processo, testemunhado pelo secretário de Estado para Gestão Hospitalar, Leonardo Inocêncio, decorre sem sobressaltos e conta com o apoio do Gabinete da Saúde.

Os  pacientes transferidos encontravam-se nos bancos de urgência, medicina geral, cirurgia, ortopedia, cuidados intensivos, laboratório e bloco operatório, tendo garantido que as novas unidades sanitárias têm melhores condições de atendimento.

As duas unidades, que possuem equipamentos de última geração, comportam serviços de telemedicina e blocos operatórios, com capacidade para realizar três cirurgias em simultâneo e 300 camas, sendo 150 para cada uma.

A antiga maternidade funcionava numa infra-estrutura acoplada ao Hospital Geral da Lunda Sul, com apenas sete salas, sendo cinco de internamento, com quatro camas cada, uma de parto e igual número para o banco de urgência, sem as condições necessárias para assistir os pacientes.

Enquanto o hospital provincial funcionava numa infra-estrutura antiquada, com apenas 60 camas, sem condições necessárias e com poucos serviços.

Leia também