Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

06 Dezembro de 2017 | 18h53 - Actualizado em 06 Dezembro de 2017 | 18h53

Mulher detida por abandonar gémeos em casa da rival

Ndalatando - O Comando Provincial da Polícia Nacional no Cuanza Norte procedeu hoje, quarta-feira, a apresentação de uma mulher acusada de abandonar gémeos recém-nascidos à porta da casa da rival, na sequência de uma briga com o marido.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Hospital Materno Infantil interna gémeos abandonados

Foto: Eliseu Veloso/Arquivo

O facto ocorreu na última terça-feira, num dos bairros periféricos da cidade de Ndalatando, onde em decorrência de uma denúncia de populares, a Polícia recolheu os recém-nascidos de apenas uma semana de vida e encaminhou-os ao Hospital Materno-Infantil, onde recebem assistência médica.

Após um trabalho de investigação foi detida a mãe dos menores de nome Maria Pedro que diz ter abandonado os filhos à porta da casa da rival, após ser vítima de espancamento por parte do esposo, alegadamente por ter solicitado dinheiro para suster algumas necessidades domésticas, sobretudo a compra de leite para os recém-nascidos.

Diz ter agora quatro filhos com o seu marido e sente-se arrependida com a atitude que protagonizou em decorrência de conselhos de amigas. Para tal, pede desculpas a sociedade e manifesta-se pronta a receber as crianças que se encontram sob assistência médica no Hospital Materno-Infantil.

Em declarações à imprensa, o médico em serviço no Hospital Manterno-Infantil de Ndalatando, Pensamento Dala, considerou o estado clínico dos menores estável após serem submetidos a reanimação, sem contudo correrem qualquer perigo de vida.

Já a responsável do Instituto Nacional da Criança (INAC) no Cuanza Norte condenou a atitude dos pais que abandonam os filhos a sua própria sorte, como uma violação flagrante dos Direitos Fundamentais dos Menores passível de responsabilidade civil e criminal.

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.