Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Outubro de 2017 | 18h42 - Actualizado em 12 Outubro de 2017 | 18h41

Uíge: Lideres das igrejas devem manter trabalho pela unidade - governador

Uíge - Os líderes de plataformas das igrejas locais devem continuar a trabalhar para a harmonia, amor e unidade, com vista ao progresso e o desenvolvimento da província, apelou, hoje, quinta-feira, o governador provincial do Uíge, Pinda Simão.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Culto Ecuménico em alusão ao dia da Paz

Foto: Joaquina Bento/Arquivo

Ao falar no seu primeiro encontro com os líderes de igrejas locais, Pinda Simão disse que a reunião visou igualmente encontrar mecanismos para melhores soluções dos problemas do desenvolvimento da província e para o bem-estar da população.

Disse que o encontro serviu também para conhecerem-se melhor e saber da contribuição de cada membro do Governo e dos lideres religiosos.

“A província do Uíge,  em particular,  a sua sede capital,  é nossa casa comum para qual nós todos devemos trabalhar pela unidade e criar ideias para o melhoramento das condições básicas de vida da população ", enfatizou.

Frisou que a palavra de Deus deve estar em frente, para pacificação dos espíritos da população, visando o bem-estar social.

O governador reconheceu que nos últimos anos foram realizadas várias acções de melhoramento das condições de vida da população e governo actual vai continuar a caminhar para o desenvolvimento da província a contar com os esforços das igrejas.

Informou que as igrejas como parceiras do Estado devem primar igualmente nas tarefas da educação da população sobre o saneamento básico do meio para o bem-estar social.

Pinda Simão pediu igualmente os esforços dos líderes religiosos no sentido de continuarem a  trabalhar na sensibilização da população a abdicar das construções nas zonas de riscos, para se evitar situações desastrosas.

Apoio com bens diversos às pessoas sinistradas pela última chuva, acções de igrejas em apoio as pessoas vulneráveis, medidas de prevenções para resoluções dos problemas da população são, entre outras, matérias abordadas na reunião.

Participaram do encontro, 31 líderes de várias igrejas locais

Leia também
  • 22/03/2018 17:46:26

    Ondjiva regista produção diária de 70 toneladas de resíduos sólidos

    Ondjiva - Pelo menos 70 toneladas de resíduos sólidos são produzidos diariamente na cidade de Ondjiva, sede capital da província do Cunene, informou, nesta quinta-feira, o director de saneamento básico da administração municipal do Cuanhama, Inácio Hidinwa.

  • 22/03/2018 17:26:15

    OMA reafirma diálogo para redução de gravidezes precoces

    Uíge - O incentivo de diálogo no seio das famílias com o objectivo de esclarecer aos filhos e educandos sobre as consequências da gravidez e casamento na adolescência, foi apelado hoje, quinta-feira, pela secretária provincial do Uíge da OMA, Nazaré dos Anjos Mendes, como tarefa de todos membros da sociedade.

  • 22/03/2018 17:13:15

    Líder kimbanguista destaca plano de Diagienda Kutima

    Luanda - Diagenda Kutima concebeu o plano da sociedade mais perfeito do mundo, baseado no amor ao próximo , respeito dos mandamentos de Deus e na dedicação ao trabalho. considerou hoje, quinta-feira, o líder espiritual em Angola da Igreja de Jesus Cristo sobre a Terra ( Kimbanguista), Paul Kissolokele.

  • 22/03/2018 17:00:46

    Igreja Kimbanguista joga papel importante na sociedade - Celso Malavoloneke

    Luanda - A Igreja de Jesus Cristo sobre a Terra ( Kimbanguista) joga um papel preponderante no seio da sociedade angolana em particular e do mundo em geral pelo seu desempenho na divulgação das sagradas escritura e no resgate dos valores morais e cívicos, considerou hoje, quinta-feira, em Luanda, o secretário de Estado da Comunicação Social, Celso Malavoloneke.