Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

08 Fevereiro de 2018 | 18h47 - Actualizado em 08 Fevereiro de 2018 | 18h47

Troço na Serra do Ngangawe já reaberto à circulação rodoviária

Ganda - O troço da Serra do Ngangawe, que estava encerrado há 18 dia devido à chuva, foi já reaberto à circulação rodoviária entre as comunas do Casseque e Chikuma, no município da Ganda, província de Benguela, apurou esta quinta-feira a Angop junto das autoridades locais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Retomada circulação entre Chicuma e Casseque (arquivo)

Foto: Diniz Simão

Segundo a administradora comunal da Chikuma, Adelina Salomão, a circulação de viaturas e bens no troço Casseque/Chicuma e vice-versa foi retomada quarta-feira, depois que a empresa Benguela Construções estancou uma ravina que condicionava o trânsito na Serra do Ngangawe.

Explicou que os trabalhos paliativos de recuperação do troço consistiram na colocação de pedras sobre a ravina e, ainda, na abertura de uma conduta para drenagem das águas das chuvas, de forma a permitir a circulação na Serra do Ngangawe sem transtornos.

Adiantou ainda que, durante as duas semanas em que o troço esteve interdito à circulação, as populações viam-se obrigadas a utilizar moto-táxis pagando até quatro mil kwanzas de e para a Chicuma ou Casseque, o que criava constrangimentos.

E lembrou que, ultimamente, uma caravana de técnicos de saúde tinha feito nove horas para chegar à Chicuma com um lote de mosquiteiros, contornando pela via Ganda/Catengue/Chongoroi (Benguela) e Cacula (Huila).  

Outra consequência sentida durante este período, frisou ainda a responsável, foi a subida nos mercados informais da sede municipal dos preços dos produtos agrícolas cultivados na comuna da Chikuma tida como celeiro da região, bem como combustíveis e outros bens básicos.

Leia também
  • 01/11/2018 18:10:32

    Estudantes da ADPP Benguela visitam Porto do Lobito

    Lobito - Um grupo de 43 estudantes da Escola Polivalente e Profissional afecta à organização não-governamental angolana Ajuda para Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), em Benguela, visitou, nesta quinta-feira, o Porto Comercial do Lobito, a fim de conhecer a dimensão e importância da infra-estrutura.

  • 01/11/2018 11:12:43

    Menor de sete anos morre afogado em lagoa

    Benguela - Uma criança de sete anos de idade morreu afogada na tarde desta quarta-feira, no bairro do Casseque, arredores da cidade de Benguela, quando se encontrava a pescar numa lagoa, na companhia de amigos.

  • 30/10/2018 21:30:14

    Sociedade encoraja serviço público da ANGOP

    Benguela - O serviço público de informação prestado há 43 anos pela Agência Angola Press (ANGOP) foi destacado hoje, terça-feira, em Benguela, por responsáveis de distintos sectores da vida social e económica nesta região.

  • 30/10/2018 13:45:05

    Jornalistas em formação sobre análise macroeconómica

    Benguela - Vinte jornalistas de diversos órgãos de comunicação social da província de Benguela estão a participar de uma acção de formação sobre análise macroeconómica, promovida pelo Instituto de Formação de Finanças Públicas em parceria com o governo local.