Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

06 Dezembro de 2018 | 16h47 - Actualizado em 06 Dezembro de 2018 | 16h47

Trabalhadores de limpeza urbana paralisam actividade

Mbanza Kongo - Os trabalhadores da única empresa de recolha de resíduos sólidos na cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, paralisaram, há dias, as suas actividades, por atraso no pagamento de seus ordenados de três meses, soube hoje, quinta-feira, a Angop, de fonte oficial.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Zaire: Resíduos sólidos espalhados no chão

Foto: Pedro Moniz Vidal

Como consequência disso, os contentores espalhados nas diversas artérias desta sede capital da província do Zaire estão abarrotados de lixo, criando constrangimentos aos moradores, numa altura em que chove intensamente, nos últimos dias, nesta localidade.

Em declarações à Angop, o director-geral da “OVLIMPIO”, empresa de recolha de resíduos sólidos, Madaleno Arono Kamangando, confirmou o atraso no pagamento de salários correspondentes aos meses de Setembro, Outubro e Novembro do ano em curso, dos 60 trabalhadores vinculados à essa operadora, por razões administrativas.

Informou, no entanto, que a direcção da empresa iniciou já ao pagamento destes atrasados, um processo que poderá culminar nesta sexta-feira, 07 de Dezembro, para que os funcionários retomem as suas actividades.

Queixou-se, na ocasião, de actos de vandalização e destruição de alguns contentores colocados em diferentes artérias do casco urbano e na zona periférica de Mbanza Kongo, acção que atribuiu a certas pessoas portadoras de perturbações mentais e cidadãos desonestos.

Explicou que, num intervalo de doze meses, a empresa perdeu cerca de 18 contentores metálicos de cinco metros cúbicos, deixando a cidade com apenas 20 a 30 unidades em condições normais, número que considerou insuficiente para responder a demanda.

Disse serem necessários mais 60 contentores da dimensão referenciada, para além de outros de pequena dimensão feitos de plásticos, para cobrir o circuito de recolha de lixo urbano produzido nesta cidade.

Pediu a população a depositar sempre o lixo dentro dos contentores, visando contribuir na limpeza e higiene da urbe.

A cidade de Mbanza Kongo tem uma população estimada em 155 mil e 174 habitantes distribuídos pelos bairros Sagrada Esperança, 11 de Novembro, Álvaro Buta, Martins Kidito e 4 de Fevereiro.

 

Leia também
  • 06/12/2018 14:53:11

    Ministro destaca importância do diálogo com o sector empresarial

    Luanda - O ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (Maptss), Jesus Maiato, disse nesta quinta-feira, em Luanda, que será privilegiado o diálogo com o sector empresarial, a ordem de profissionais e sindicatos no desenvolvimento do perfil de formação, para a criação de planos curriculares mais ajustados às exigências do mercado laboral.

  • 06/12/2018 14:23:25

    Centros de formação capacitam mais de trinta mil jovens

    Luanda - Trinta e quatro mil e 881 jovens concluíram este ano diversos cursos técnicos e de tecnologias aplicadas, nas unidades formativas públicas e privadas, tuteladas pelo Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP), informou hoje, quinta-feira, o ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (Mapss), Jesus Maiato.

  • 06/12/2018 11:35:47

    Casos de violência doméstica tendem a reduzir na província

    Mbanza Kongo - Sessenta e cinco casos de violência doméstica foram registados de Janeiro a Novembro deste ano na província do Zaire, verificando-se uma redução de 150 casos comparativamente ao período homólogo de 2017.