Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Março de 2018 | 21h00 - Actualizado em 13 Março de 2018 | 06h46

Cidade da Caála vai ter placas de identificação das ruas

Caála - A cidade da Caála, 23 quilómetros da capital da província do Huambo, vai ter, em breve, placas de identificação das suas ruas, informou, segunda-feira, o director local da repartição dos serviços técnicos, António Cardoso Nawandi.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huambo: Vista da Cidade da Caála

Foto: frank beu

Em declarações à Angop, informou que o trabalho de colocação das placas, que inicia no final deste mês, vai ser concluído em Maio, sendo que algumas ruas continuarão com os mesmos nomes e outras terão novos nomes.

Disse que a cidade está sem placas de identificação há quase 40 anos, facto que tem gerado constrangimentos na localização das ruas e, até mesmo, dos edifícios públicos.

Após a conclusão na cidade da Caála, actividade idêntica será realizada nas vilas comunais da Catata, Cuima e Calenga, que também não possuem placas de identificação das suas ruas.

No caso da cidade da Caála, António Nawandi disse que apenas metade das suas ruas tinham placas de identificação, referindo-se às ruas 5 de Outubro, 28 de Maio, Teixeira Gomes, 11 de Novembro, Avenida de Portugal, Rua M, Norton de Matos, Serpa Pinto, António José de Almeida, Hoji-Ya-Henda, Boaventura de Freitas, Fundadores da Caála, Eduardo Costa, Sacudeira Cabral, Sargento Canas e Gago Coutinho.

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.