Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Abril de 2018 | 13h41 - Actualizado em 13 Abril de 2018 | 11h47

Regressados da RDC podem ter residências próprias ainda este ano

Saurimo - Os regressados da RDCongo concentrados nos Centros de Acolhimento do Phimbi e Samupafo, em Saurimo, podem, ainda este ano, construir as suas próprias residências, com a ajuda da Direcção Provincial da Assistência e Reinserção Social, na cedência de chapas de zinco e blocos,.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Refugiados

Foto: Angop/Arquivo

De acordo com a directora do Minars na Lunda Sul, Georgina Muandumba, a iniciativa, que prevê beneficiar 164 famílias, correspondendo a um total de 432 pessoas, visa melhorar as condições de habitabilidade dos mesmos.

Os cidadãos beneficiaram do processo de repatriamento voluntário e organizado do remanescente dos refugiados angolanos na RDCongo e outras Repúblicas, que foi retomado a 4 de Novembro de 2011, sob os auspícios do Executivo angolano, em parceria com o organismo das Nações Unidas para os Refugiados (HCR) e Organização Internacional das Migrações (OIM).

Por outro lado, a responsável disse que, atendendo o momento económico e financeiro que o país vive, a instituição parou de fornecer bens alimentares aos cidadãos regressados e aos lares de idoso e infantis.

“Apesar do apoio de algumas instituições, nos últimos tempos, os centros de acolhimento dos cidadãos regressados e os lares da 3ª idade e infantis têm passado muitas dificuldades no que toca a logística, pelo que, aproveitamos a ocasião para apelar às organizações não-governamentais no sentido de apoiarem os mesmos, sobretudo com bens alimentares”, alertou.

Leia também
  • 04/02/2019 23:03:02

    Aulas de alfabetização condicionadas por falta de energia eléctrica

    Muconda- A falta de energia eléctrica em Cambongo, comuna de Cassai Sul, município do Muconda (Lunda Sul), tem condicionado as aulas de alfabetização e a prestação de serviços de saúde no posto médico da localidade.

  • 01/02/2019 23:23:21

    Inspectora-geral do MININT quer uma polícia mais pedagógica

    Saurimo - A inspectora-geral do Ministério do Interior (MININT), Margarida Jordão de Barros, reiterou hoje, sexta-feira, em Saurimo (Lunda Sul), a necessidade dos efectivos da Polícia Nacional serem mais pedagógicos nas suas actuações na via pública, evitando actos que comprometam o órgão.

  • 01/02/2019 21:01:47

    SIC apresenta supostos marginais em Saurimo

    Saurimo - Trinta e seis marginais que se dedicavam a práticas de roubos, furtos qualificados e assaltos foram detidos, de 04 a 30 de Janeiro, do ano corrente, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) da Lunda Sul, revelou hoje, sexta-feira, o chefe do gabinete de Comunicação Institucional do órgão, António Sacuaia.

  • 29/01/2019 01:17:29

    Governo aumenta capacidade energética em Saurimo

    Saurimo - O governo da província da Lunda Sul vai iniciar, a partir de Fevereiro deste ano, um projecto para aumentar a capacidade energética no município de Saurimo, com a instalação de 12 Postos de Transformação (PT) com 630 (KVA), numa primeira fase.