Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

01 Junho de 2018 | 20h00 - Actualizado em 01 Junho de 2018 | 20h00

Crianças festejam 1 de Junho com pompas e circunstâncias

Luanda - Milhares de crianças desfrutaram de mimos, lanches, espectáculos músico-culturais, danças, brincadeiras e outras actividades recreativas, no país, numa festa por ocasião dos festejos do Dia Internacional da Criança, assinalado hoje (sexta-feira), cujo acto central decorreu no município da Jamba (Huíla), sob o lema "Reforçar a municipalização dos 11 compromissos para garantir a protecção integral da criança".

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Crianças festejam dia a si dedicado

Foto: Angop

crianças festejando o 1 de Junho

Foto: Arquivo

Huíla

Jamba - A ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Victória da Conceição, destacou, hoje, sexta-feira, na Jamba, 325 quilómetros a leste do Lubango, o papel da família na formação de uma criança saudavel.

Ao discursar no acto central alusivo ao Dia Internacional da Criança, a governante apelou também a necessidade da aposta na educação dos menores, para que sejam homens bons no futuro.

Luanda

Na capital do país, o acto províncial decorreu no município de Viana, onde músicos locais como Angolaninha, Diamante da Crista, Elencos da Paz e Os Man Netos coloriram e arrancaram delírios e aplausos dos presentes.

Uma mensagem lida por uma representante das crianças, dá conta que estas desejam que o Governo construa mais escolas, hospitais, creches e parques de diversão.

A jornada da criança decorre sob o lema “Reforçar a municipalização dos 11 compromissos para garantir a protecção integral da criança”, esperando-se assim, a melhoria das condições de vida de todas as crianças e a redução da pobreza das famílias.

Por sua vez, o vice-governador da província de Luanda, José Paulo Cai, ao fazer abertura do acto central provincial do Dia da Criança fez saber que o Governo pretende reforçar as acções que visam melhorar a protecção e desenvolvimento integral da criança.

Unitel saúda crianças com abertura de "Vila Encantada"

Luanda - A operadora de telefonia móvel de Angola, Unitel, realizou hoje (sexta-feira) no Mausoléu António Agostinho Neto, em Luanda, a abertura da segunda edição da “Vila Encantada”, em saudação ao Dia Internacional da Criança comemorado a 01 de Junho.

Segundo o responsável do projecto, João Balça, a “Vila Encantada” conta com entrada gratuíta e actividades diversas, com realce para os jogos didácticos, feira da saúde com palestra de estomatologia, pediatria, nutrição, oferta de mosquiteiros e uma tenda de entretenimento com cinema, palhaços, música e concursos, que decorrem até dia 09 deste mês.

João Balça lembrou ainda que as crianças devem ser acompanhadas dos pais ou de outro encarregado de maior idade, uma vez que as actividades abrangem crianças a partir dos cinco anos.

A organização tenciona estender o o projecto “Vila Encantada” para a província de Benguela, concretamente no município de Lobito de 22 de Junho a 31 de Julho de 2017.

De recordar que a primeira edição da “Vila Encantada” foi realizada na Baia de Luanda de 13 a 23 de Dezembro de 2017.

Lunda Norte

Crianças apelam a observância dos 11 compromissos

Dundo – As crianças do Chitato, em representação dos dez municípios da Lunda Norte, apelaram, no Distrito Urbano do Dundo, aos pais, encarregados de educação e aos governantes, no sentido de observarem com rigor os 11 compromissos que espelham os seus direitos fundamentais.

Numa mensagem lida por Liliana Marouf, os menores manifestaram maior protecção por parte do Governo, para o seu desenvolvimento integral, desencorajando as práticas de acusação de feitiçaria, violação sexual, fuga à paternidade, agressões e pensão de alimento que tem provocado o aumento de casos de trabalho infantil.

Por ser turno, a directora do Gabinete Provincial do INAC, Madalena Alentejo, salientou que o Governo tem realizado serviços que garantam o desenvolvimento harmonioso da criança junto das comunidades, apelando igualmente aos pais no sentido de aderirem aos préstimos das entidades afins, como o registo e saúde gratuitos, educação e habitação condigna.

O acto provincial do dia da criança, que contou com a participação da directora do Gabinete Provincial da Cultura, Juventude e Desportos, Esmeralda Maximata, em representação do governador Ernesto Muangala, foi marcado com uma marcha de repúdio ao trabalho infantil, sob o lema “ Reforçar a Municipalização dos 11 Compromissos para a garantia da protecção integral da criança”.

Cuanza Norte

Responsável apela para mais atenção à criança

Ndalatando – A criança deve continuar a merecer atenção, visando construir uma sociedade segura, apelou o administrador municipal adjunto do Cazengo para a área económica , Angelino de Castro Sampaio.

O responsável fez tal apelo quando intervinha no acto provincial alusivo ao 01 de Junho, Dia Internacional da Criança, em representação do governador do Cuanza Norte, José Maria dos Santos.

Sublinhou que a criança continuará a ser prioridade absoluta do Executivo angolano que se compromete em garantir a inviolabilidade desse pressuposto acolhido na Constituição da República, assegurando a defesa e promoção dos direitos deste substracto social.

Na ocasião, a directora provincial do Instituto Nacional da Criança (INAC), Angelina Kudiongina, destacou o empenho do Governo na materialização dos 11 compromissos para com a criança, através de criação de condições para o seu crescimento harmonioso.

Apelou aos pais a prestarem mais atenção na educação dos menores, frisando que desta forma se estaria a contribuir para a construção de uma sociedade saudável.

Benguela

Crianças pedem apetrechamento de infraestruturas 

Benguela - Crianças da província de Benguela pediram ao Governo a execução de infra-estrutura e o apetrechamento com o meio actualizados, no sentido de dar resposta aos objectivos do milénio e os preconizados nos 11 compromissos sobre a criança em Angola.

Numa mensagem lida pela menor Delfina Chilombo, em representação das crianças, no acto provincial do 1 de Junho que decorreu no município da Baía Farta, os menores pediram ainda  ao Executivo o reforço das políticas concebidas para o combate da fome e diminuição da pobreza, visando melhorar cada vez mais a capacidade de assistências dos pais ou encarregado de educação.

Por seu lado, a directora em exercício do Instituto Nacional da Criança, Rosa Sara Francisco, lembrou a importância de se reforçar a municipalização e os 11 compromissos da criança, necessárias para as respostas positivas e acções que reflictam sobre o bem-estar social da criança.

O Dia Internacional da criança comemorado sob o lema “Reforçar a municipalização e os 11 compromissos para garantir a prevenção integral da criança”, foi antecedido da entrega, pela vice-governadora para o sector político, económico e social, Deolinda Valiangula, de um enxoval a primeira criança nascida na Maternidade da Baía-Farta e de brinquedos a outros internados na referida unidade hospitalar.

Entretanto no município da Catumbela (Benguela), o responsável do Instituto Nacional da Criança na Catumbela (INAC), João Luís de Oliveira, apelou as diferentes entidades da urbe a trabalharem em conjunto, para a criação da Rede Municipal de defesa da Criança, visando a materialização dos “11 Compromissos”. 

O apelo foi lançado no acto de abertura das comemorações da jornada quinzenal dedicada à criança a decorrer de 1 a 16 de Junho, dias internacional e africano da criança, respectivamente, cuja cerimónia decorreu na Escola Primária Ngola Kiluanje. 

Segundo aquele responsável, o Dia Mundial da Criança, deve servir de reflexão sobre as centenas de milhares de crianças que continuam a sofrer pelo mundo, cerca de 70 anos depois de vários países notarem a necessidade da sua institucionalização na década dos anos 45/50. 

Numa mensagem de crianças, lida por Teodora Kavunda, os petizes criticaram, entre outros aspectos, alguns  comportamentos de adultos, principalmente os chamados pais ausentes e também aqueles que, na  organização de festas de crianças no meio familiar, preferem ouvirem músicas obscenas, nomeadamente “Parte Cama, ou “Abre o livro”, ao contrário de músicas educativas. 

Para assinalar a data, a repartição municipal da saúde solidarizou-se com as crianças, promovendo uma Feira da Saúde com diversos serviços, como serviços de testagem da Malária, área de nutrição, Programa Alargado de Vacinação (PAV), disponível com várias doses de vacina contra Tétano, Rubéola e o sarampo para aquelas que ainda não tenham sido vacinadas.  

Cuando Cubango

Criança consta das prioridades do Executivo, reitera responsável

Menongue - A criança é prioridade absoluta do executivo, pelo que deve-se continuar a ser assegurada educação integral e harmoniosa, a protecção de saúde, condições de vida e ensino, para que possa no futuro contribuir de forma significativa no desenvolvimento do país, disse em Menongue, a vice-governadora para o sector Político, Social e Económico do Cuando Cubango, Sara Luísa Mateus.

Sara Luísa Mateus, que falava durante o acto provincial do 1 de Junho, Dia Internacional da Criança, realçou que o Estado angolano estabeleceu a criança, como centro das suas acções, consagrado no número seis, do artigo 35º da Constituição, onde observa-se os direitos das crianças, constituindo também prioridade da família, do Estado e da sociedade em particular.

Acrescentou, que devem ser desenvolvidos esforços similares, para a implementação e salvaguarda dos 11 compromissos para com a criança ao nível dos municípios do interior, independentemente da orientação central e provincial.

Por outro lado, o Instituto Nacional da Criança (INAC) registou, de Janeiro até a data presente, no Cuando Cubango , 17 casos de violência contra a criança, com maior realce ao trabalho forçado, informou, em Menongue, a chefe dos serviços provinciais do Instituto Nacional de Criança (INAC) do Cuando Cubango, Aida Rosalina Pedro Manuel.

Sem detalhar os dados,  a  responsável, que falava no final do acto provincial de 1 de Junho, Dia Internacional da Criança, disse que em relação ao ano transacto, houve uma redução de casos de género.

Desse número, consta um caso de violência sexual, contra uma menor de idade, tendo trabalhado em colaboração com o Comando da Policia Nacional da província, na detenção do prevaricador.

Aida Rosalina Pedro afirmou que tem sido luta da sua direcção e do Executivo, no concernte cumprimento dos 11 compromissos para com a criança que foram assumidos pelo Estado Angolano, Sistema das Nações Unidas e parceiros sociais.

Moxico

Autoridades convivem com crianças no seu dia internacional

Luena - As autoridades da provincia do Moxico conviveram no município de Camanongue, 52 quilómetros a norte da cidade do Luena, com os menores da circunscrição, em saudação ao dia Internacional da criança que hoje se comemora.

A cerimónia foi marcada com entrega de brinquedos, danças, brincadeiras e uma visita ao hospital da municipalidade, onde duas crianças que nasceram hoje (01 de Junho), foram brindadas com enxoval.

Na sua mensagem, a directora província do Instituto Nacional da Criança (INAC), Maria Fátima Zangata, apelou a sociedade para colocar na sua agenda as prioridades das crianças para se minimizar as suas dificuldades.

Por sua vez, o vice-governador provincial para o sector Técnico e Infra-Estruturas, Manuel Lituai, referiu que é da responsabilidade do Estado criar leis que dá protecção, construir espaços de lazer e educação, chamando atenção aos pais para terem responsabilidade de ser bons modelos para os filhos.

Malanje

Crianças pedem expansão do registo de nascimento gratuito

Kiwaba Nzoji - A expansão do registo gratuito de menores nas comunas, construção de mais escolas, postos médicos, passadeiras junto às escolas e de parques de diversão foram, dentre outras, as preocupações apresentadas  no município de kiwaba Nzoji, pelos menores durante o acto provincial, que marcou o Dia Internacional da Criança.

Pediram igualmente ao Governo a prestar maior atenção as crianças mais desfavorecidas, meninos de rua e as acusadas de feitiçarias.

Em jeito de resposta, o governador provincial de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa”, realça que apesar das dificuldades económicas, o Governo está empenhado e a redobrar esforços para que estas preocupações apresentadas e que já fazem parte das suas prioridades sejam resolvidas no mais breve espaço de tempo.

Na ocasião a directora provincial do INAC (Instituto Nacional da Criança), Fátima Paulo, disse que o desenvolvimento de qualquer sociedade passa necessariamente na revolução intelectual, justificando-se, por isso, o reforço da atenção que se deve prestar à descoberta de talentos nos petizes.

Leia também
  • 05/02/2019 17:25:45

    Escolas de condução de Malanje sem equipamento multimédia

    Malanje - As escolas de condução da província de Malanje carecem de equipamento multimédia para as aulas e os exames teóricos de condução, sistema que facilita o trabalho dos instrutores, assim como garante mais destreza e conhecimento aos alunos.

  • 05/02/2019 16:06:23

    Militar das FAA morto a tiro na Matala

    Matala - Um militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), de 37 de anos de idade, afecto ao Batalhão de Logística, foi morto a tiro, domingo (3), por meliantes ainda não identificados, no bairro Calumbiro, no município da Matala, província da Huíla.

  • 05/02/2019 12:34:14

    Irmãs gémeas morrem afogadas no rio Cuporolo

    Benguela - Duas irmãs gémeas de três anos de idade morreram afogadas neste fim-de-semana, no rio Cuporolo, comuna do Dombe Grande, município da Baía-Farta, onde se encontravam a brincar com outras crianças, soube hoje, terça-feira, a Angop.

  • 04/02/2019 22:16:51

    Associação planta mais de 600 árvores na Banga

    Banga - Pelo menos 650 espécies de árvores ornamentais e fruteiras foram plantadas esta segunda-feira, na vila da Banga, sede do município com o mesmo nome, província do Cuanza Norte, numa acção da associação dos naturais e amigos da localidade, Anabanga.