Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

09 Junho de 2018 | 14h07 - Actualizado em 09 Junho de 2018 | 14h55

Estudantes querem prosseguir ensino superior no Bengo

Caxito - Os jovens da província do Bengo pedem ao Governo Provincial a construção de um Instituto Superior com cursos na área técnica para permitir aos estudantes do Instituto Médio Politécnico prosseguirem a sua especialidade localmente.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Esta recomendação consta das conclusões do "Fórum de Auscultação a Juventude", que decorreu em Caxito numa promoção do Conselho Provincial da Juventude (CPJ), sob o lema “Juventude inserida na vida activa futuro garantido”.

Os participantes justificam o pedido com o facto de estudantes do Instituto Médio Politécnico encontrarem dificuldades para prosseguir a sua especialidade, sendo obrigados a sair da província do Bengo para outras regiões do país para conseguir tal desiderato.

No fórum os jovens do Bengo recomendaram a criação de bibliotecas em todos os municípios, melhoria dos critérios de entrega de créditos ou qualquer outro benefício à juventude.

Entre as recomendações saídas do encontro constam a revisão das formas de admissão dos concursos públicos, a criação de uma comissão para atribuição de lotes de terrenos para auto-construção dirigida aos jovens e a realização de mais encontros para apresentação e divulgação dos programas e acções do governo provincial.

Aos jovens o fórum recomendou que se abstenham das más práticas, com destaque para o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, uso de drogas e delinquência, assim como maior participação nos programas do governo, apresentando problemas e soluções.

O Fórum de Auscultação a Juventude visou analisar o grau de implementação do plano nacional de desenvolvimento da juventude 2014-2017, na província do Bengo, tendo os participantes concluído não ter sido satisfatória a sua implementação nesta região do país.

Assuntos Província » Bengo  

Leia também