Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Junho de 2018 | 15h23 - Actualizado em 14 Junho de 2018 | 15h22

Delinquência juvenil abordada em palestra

Saurimo - Uma palestra sob o tema "delinquência juvenil", com o objectivo de desencorajar práticas criminosas nas escolas, e cultivar a cultura de denúncia, foi dirigida hoje quinta-feira, em Saurimo, aos alunos das escolas José Manuel Salucombo, Luembe e São Kizito, numa promoção da Delegação do Interior.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O encontro enquadrado nas comemorações do 39º aniversário da Polícia Nacional, a assinalar-se a 22 de Junho, visou alertar os alunos sobre as consequências da delinquência juvenil no processo da formação da personalidade do indivíduo e reforçar a parceria entre a corporação e as escolas.

O certame teve igualmente como objectivo desencorajar o uso de bebidas alcoólicas e outras drogas no seio dos alunos.

Ao dissertar o tema, Florêncio Almeida, director das telecomunicações do Minint, apontou o desemprego, interrupção da formação académica, estigma social, como as principais consequência da delinquência juvenil.

Explicou que 90 por cento dos crimes na Lunda Sul são cometidos por adolescentes e jovens, na sua maioria desempregados e de famílias vulneráveis. 

Furto, roubo de telemóvel na via pública, agressão física, uso e posse ilegal de estupefaciente (liamba) assaltos em residências, violência sexual, são, segundo o responsável os crimes mais cometidos por esta franja.

Apontou o desemprego, falta de diálogo permanente entre pais e filhos, pobreza, fuga a paternidade, apetência ao lucro fácil, como as principais causas dos crimes.

Deste modo, apelou os pais a inscreverem os seus filhos nos cursos de formação profissional, visando a sua preparação, para o mercado de trabalho e incentivar o auto-emprego e empreendedorismo.

Defendeu a criação de espaços para a ocupação dos tempos livres da juventude, acrescentando que o envolvimento das igrejas e das autoridades tradicionais no combate a criminalidade na província é indispensável.

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.