Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Junho de 2018 | 13h06 - Actualizado em 14 Junho de 2018 | 13h05

Destacada importância da doação de sangue

Luanda - A sociedade deve a doar sangue para melhor atendimento aos doentes com necessidade de transfusão sanguínea nos hospitais e, salvar as vidas dos enfermos que recorrem aos serviços médicos do país, apelou hoje, quinta-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações feitas em Luanda, por ocasião do dia mundial do doador de sangue (14 de Junho), o representante da OMS em Angola, Hernando Agudelo, lembrou que a maior causa de morte no país são os acidentes rodoviários, como tal, a reserva em quantidades de sangue necessária é muito importante para acudir os sinistrados que chegam as unidades hospitalares.

O responsável apelou aos doadores a continuarem com esta prática, de modos a garantirem a existência de reservas de sangue suficientes para responder as necessidades de transfusão e, motivar outros a se juntarem a esta nobre causa.

Afirmou que a OMS apoia todas as iniciativas que visam garantir a existência de sangue seguro para todos os necessitados.

Declarou que as transfusões de sangue salvam vidas, ajudam doentes que sofrem de doenças potencialmente fatais a viverem mais tempo, melhoram a qualidade de vida, e possuem papel especial nos cuidados maternos infantis, nas catástrofes e nas vítimas de acidentes rodoviários.

Atestou que este dia é também uma oportunidade para engrandecer os doadores de sangue não remunerados que salvam vidas, pelos seus gestos de amor ao próximo.

Por sua vez, a Brigada Jovem Solidários que tem se juntado a esta causa, com a mobilização e organização da sociedade em prol da doação de sangue para os necessitados, fez saber por meio do seu assistente nacional, Yuri Chipeco, que a associação atende entre 12 e 15 pedidos de doação de sangue só em Luanda, com excepção do grupo O positivo devido a sua raridade.

No seu entender, a solidariedade é recíproca, razão pela qual a sociedade deve abraçar a causa nobre com a qual se comoveu desde o primeiro momento em que foi informado sobre a importância da doação de sangue.

Terminou exprimindo que quanto mais dadores regulares haver em Angola, melhor, porque facilita as necessidades de transfusão de sangue que o país vive, fazendo com que ao invés do doente esperar pela doação, o sangue esteja, de antemão, disponível para possíveis necessitados.

Assuntos Doação   Saúde  

Leia também
  • 14/06/2018 10:40:45

    ANGOP perde mais um jornalista - Notas biográficas

    Luanda - O jornalista-tradutor da Angop, Walter André de Oliveira José, faleceu subitamente, na madrugada desta quinta-feira, em Luanda.

  • 14/06/2018 09:05:54

    ANGOP perde mais um jornalista

    Luanda - O jornalista-tradutor da ANGOP, Walter André de Oliveira José, faleceu subitamente, na madrugada desta quinta-feira, em Luanda.

  • 07/06/2018 02:13:22

    Secretária do PR doa bens à população de Quizele

    Caxito - Habitantes da aldeia de Quizele, município de Nambuangongo, província do Bengo, receberam, quarta-feira, bens alimentar, roupa usada, medicamentos e instrumentos de trabalho agrícola, numa doação da secretária do Presidente da República para os Assuntos Sociais, Fátima Viegas,