Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Junho de 2018 | 22h27 - Actualizado em 11 Junho de 2018 | 22h27

Governo do Huambo estuda taxa de recolha de lixo

Huambo - O governo do Huambo está a estudar a taxa a ser aplicada, brevemente, na recolha e tratamento do lixo, para tornar mais operacional e eficiente sistema de gestão do saneamento básico.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

RECOLHA DE LIXO NA CIDADE DO HUAMBO

Foto: Valentino yequenha

Em declarações hoje à imprensa, o vice-governador do Huambo para o sector técnico e infraestruturas, Calunga Quissanga, disse que a comparticipação dos munícipes deverá fixar-se em 2500 kwanzas por habitação para o casco urbano e 1000 kwanzas para os bairros periféricos, ficando de fora às aldeias.

Explicou que a ideia é anexar a referida taxa à factura do consumo da água, a exemplo da que acontece na Centralidade do Lossambo, cujos moradores pagam mensalmente 2500 kwanzas para a recolha e tratamento dos resíduos sólidos.

Afirmou que há necessidade dos cidadãos comparticiparem nesta tarefa, para tornar a província do Huambo mais limpa.

Por seu turno, o presidente do Conselho de Administração da Empresa de Águas do Huambo, Adolfo Elias, assegurou que dentro programa de reestruturação do sector, que visa o reforço do abastecimento de água, está a ser feito o cadastramento dos consumidores que vai tornar também viável o plano de comparticipação na recolha e tratamento do lixo, sendo que foram já cadastrados 27 mil consumidores.

Leia também