Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Junho de 2018 | 22h27 - Actualizado em 11 Junho de 2018 | 22h27

Governo do Huambo estuda taxa de recolha de lixo

Huambo - O governo do Huambo está a estudar a taxa a ser aplicada, brevemente, na recolha e tratamento do lixo, para tornar mais operacional e eficiente sistema de gestão do saneamento básico.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

RECOLHA DE LIXO NA CIDADE DO HUAMBO

Foto: Valentino yequenha

Em declarações hoje à imprensa, o vice-governador do Huambo para o sector técnico e infraestruturas, Calunga Quissanga, disse que a comparticipação dos munícipes deverá fixar-se em 2500 kwanzas por habitação para o casco urbano e 1000 kwanzas para os bairros periféricos, ficando de fora às aldeias.

Explicou que a ideia é anexar a referida taxa à factura do consumo da água, a exemplo da que acontece na Centralidade do Lossambo, cujos moradores pagam mensalmente 2500 kwanzas para a recolha e tratamento dos resíduos sólidos.

Afirmou que há necessidade dos cidadãos comparticiparem nesta tarefa, para tornar a província do Huambo mais limpa.

Por seu turno, o presidente do Conselho de Administração da Empresa de Águas do Huambo, Adolfo Elias, assegurou que dentro programa de reestruturação do sector, que visa o reforço do abastecimento de água, está a ser feito o cadastramento dos consumidores que vai tornar também viável o plano de comparticipação na recolha e tratamento do lixo, sendo que foram já cadastrados 27 mil consumidores.

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.