Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Junho de 2018 | 18h28 - Actualizado em 13 Junho de 2018 | 18h28

Portadores de albinismo consideram que discriminação tende a reduzir

Malanje - Algumas pessoas portadoras de albinismo, em Malanje, consideram que a discriminação racial de que eram alvo os indivíduos com esse tom de pele, tende a reduzir significativamente nos últimos tempos, devido a moralização das consciências dos cidadãos e do combate ao preconceito promovido pela sociedade e o Estado.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Esse reconhecimento foi manifestado hoje (quarta-feira), nesta cidade, pelo presidente da Associação de Pessoas Portadoras de Albinismo de Malanje, Marcos Raimundo, frisando que fruto disso, há cada vez mais aceitação e convivência sadia com os albinos.

Em declarações por ocasião do Dia Mundial de Consciencialização sobre o Albinismo, que hoje se assinala, o responsável precisou que se tem notado a mudança de consciência de muitas pessoas na sociedade porque a informação sobre as causas do albinismo e a não discriminação tem sido veiculada com mais abrangência, no sentido de moralizar e elucidar os cidadãos de que se trata apenas de diferença de cor e não de certos tabus que até então se fazia sentir.

“As pessoas hoje já não veem o portador de albinismo como viam antigamente, porque tem havido socialização e tem se combatido alguns tabus e informações mal passadas”, frisou, acrescentando que isso tem motivado essa franja social a levar uma vida normal e não se auto-excluírem do convívio social.

Ao falar em nome dos portadores de albinismo, Marcos Raimundo precisou que, para além das políticas contra a discriminação levadas a cabo pelas autoridades, os próprios membros da Associação das Pessoas Portadoras do Albinismo de Malanje, têm promovido regularmente palestras e levado informações porta-a-porta sobre o albinismo e suas causas, no sentido de esclarecer sobre a sua normalidade.

Fez saber que essa prática tem servido de “educação” social, de maneiras a expandir a informação de que o albinismo é uma anomalia pigmentar do indivíduo e não constitui um fenómeno social relevante.

Por outro lado, o responsável destacou o cuidado a se ter com os portadores de albinismo, no tratamento e conservação da pele, sobretudo por parte daquelas vulneráveis económica e socialmente, pelo que apelou a sociedade no sentido de prestar o seu apoio em protectores solares, chapéus, roupas e outros artigos que ajudam a se defender dos efeitos do sol.

A Associação das Pessoas Portadoras do Albinismo de Malanje foi criada em 2017, com o fito de consciencializar a população para a não descriminação de pessoas com albinismo.

Tem actualmente mais de 40 membros e conta com o apoio solidário de pessoas não portadoras do albinismo, em várias vertentes sociais.

O Dia Mundial de Consciencialização sobre o Albinismo foi proclamado pela ONU, para divulgar informação sobre o albinismo e para evitar descriminação aos albinos, combatendo ao mesmo tempo a sua perseguição, assim como celebrar as conquistas de pessoas com albinismo.

O albinismo é uma anomalia pigmentar que leva a uma cor de pele, pelos e olhos muito claras, por conta de factores genéticos.

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.