Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Julho de 2018 | 20h13 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 20h13

Governo reforça medidas de controlo de viagens de menores

Huambo - O governo da província do Huambo vai, em breve, reforçar as medidas de controlo da entrada e saída de menores, combatendo, assim, eventuais casos de tráfico das mesmas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Maricel Capama - Vice-governadora do Huambo para o sector político, social e económico

Foto: Lino Guimarães

O facto foi dado a conhecer hoje, quinta-feira, à imprensa, pela vice-governadora para o sector político, social e económico, Maricel Capama, depois de ter visitado as empresas do sector dos transportes.

Segundo ela, esta província, infelizmente, continua a registar altos índices de entrada e saída de menores, vítimas de exploração de adultos, facto que preocupa as autoridades.

Apesar de falar em números, Maricel Capama informou que constata-se o aumento de crianças a viver nas ruas, um sinal claro que estas viajam, de comboio ao auto-carro, sem a autorização dos respectivos pais.

Para combater esta prática, disse que o Governo local pretende fechar o cerco para evitar que os menores sejam transportados de um província a outra sem consentimento dos país, devendo, para efeito, ser necessário uma declaração autentificada pelos encarregados de educação, tal como acontece nos transportes aéreos.

“Precisamos ter, diariamente, o mapa de registo das crianças que entram e saem, sobretudo o destino, as idades e cópia de autorização de viagem dos pais de tutela, para impedir os menores sejam transportados para prestar serviços e, posteriormente abandonadas”, acrescentou

A responsável visitou a estação principal do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), com uma média semanal de 1.200 passageiros, em três serviços, tendo abordado, com os responsáveis, a situação da transportação dos menores, que se deslocam frequentemente às províncias de Benguela, Bié e Moxico onde são exploradas por indivíduos desconhecidos.

Também constatou o funcionamento dos terminais inter-provinciais das empresas de transportes rodoviários Ango-Real, com uma movimentação diária de 96 passageiros em quatro serviços entre Huambo/Luanda, e da Macon, com 350 viajantes por dia, em seis horários entre Huambo/Luanda e outros cinco com ligações ao Cuando Cubango e Bié.

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.