Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Julho de 2018 | 16h57 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 16h57

Infracções laborais aumentam na Lunda Sul

Saurimo - Quinhentos e 25 infracções laborais diversas foram registados, em seis meses, pelos Serviços de Inspecção do Trabalho na Lunda Sul (SPIT), um aumento de 130 casos em relação a igual período anterior, informou hoje, quinta-feira, em Saurimo, o chefe provincial do sector na região, Abel Fidel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop, o responsável fez saber que a desobediência por parte de alguns empregadores concorrem para o aumento de casos.

Abel Fidel fez saber que o SPIT realizou 157 visitas à várias instituições públicas e privadas, tendo detectado 327 infracções sociais, 198 técnicas e 41 em prestação de serviço.

Apontou a falta de contrato de trabalho com estrangeiros, não cadastramento da segurança social e incumprimento do horário de trabalho, a elaboração do plano de férias, a ilegalidade de funcionários e o não cumprimento da Lei a empregabilidade sem comunicar os Serviços de Inspecção do Trabalho, como sendo as principais infracções encontradas.  

O responsável informou que no mesmo período foram registados 44 acidentes de trabalho, no sector mineiro e do comércio, que resultaram em dois óbitos, assim como 27 reclamações, deste número 14 resolvidos a favor dos funcionários e foram indemnizados com um valor de um milhão e 19 mil 333 Kwanzas. 

Durante os seis meses, a direcção arrecadou para os cofres do Estado dois milhões e 106 mil 938 Kwanzas.

A Direcção dos Serviços provinciais de Inspecção do Trabalho da Lunda Sul controla 16 mil 037 funcionários, deste, 7 mil 597 são do sector privado.

Leia também
  • 12/07/2018 16:08:48

    Empresa de Águas promete restabelecer fornecimento a Ndalatando

    Ndalatando - A Empresa de Águas e Saneamento do Cuanza Norte (EASCN) anunciou hoje, quinta-feira, que vai repôr, nas próximas 24 horas, o fornecimento normal de água a Ndalatando, capital da província do Cuanza Norte, interrompido desde segunda-feira (09), devido a uma roptura na principal conduta que transporta o líquido aos diferentes bairros da cidade.

  • 12/07/2018 12:07:20

    Violações destacam-se entre os crimes no Lubango

    Lubango - Três violações sexuais destacam-se entre os crimes registados pela Polícia Nacional na Huíla, durante os últimos sete dias, informou o porta-voz superintendente, Carlos Alberto.

  • 12/07/2018 12:00:05

    Sessenta e cinco por cento dos homens participam nas decisões do agregado familiar

    Luanda - Sessenta e cinco por cento dos homens angolanos participam nas decisões (sozinhos ou em conjunto com a mulher), relativamente as compras importantes, enquanto 81% das mulheres o fazem.