Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Setembro de 2018 | 16h08 - Actualizado em 14 Setembro de 2018 | 16h08

Administração vai desalojar moradores da ilha seca no Zango 4

Luanda - As cento e vinte seis famílias cadastradas que vivem na ilha seca no distrito urbano do Zango 4, município de Viana, em Luanda, vão nos próximos dias ser desalojadas daquela circunscrição, informou hoje, sexta-feira, o administrador municipal de Viana, André Soma.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Administrador municipal de Viana - André Soma (Arquivo)

Foto: Nelson Malamba

O administrador teceu essas declarações à imprensa após a realização de uma reunião ordinária do município, tendo avançado que brevemente os moradores que residem na ilha seca vão beneficiar de residências condignas, não adiantando o local em função dos intrusos.

Acrescentou todo aquele que tentar se infiltrar neste processo serão presos e apresentados aos órgãos de comunicação social.

Quanto as pessoas que residem nas casas de chapa do Zango 1 e 3, André Soma adiantou ser  intenção ceder-lhes um espaço para erguerem as suas residências.

Recordou que recentemente foram destruídas 32 casas no Zango 3 em função de estarem construídas no local que futuramente serão construídas escolas e hospitais públicos.

Segundo o administrador, o encontro que dirigiu visou também analisar as obras do tapete asfáltico que está ser colocado na rua brasileira, a vedação da vala do Zango e a construção de algumas salas de aulas a nível do município.

Após a reunião realizou visitas  de constatação no distrito urbano da Estalagem onde se inteirou  das condições social e económica.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 02/02/2019 13:06:34

    Chuva alaga ruas e mais de 700 residências em Luanda

    Luanda - Setecentas e 11 residências inundadas, algumas escolas, centros e postos médicos alagados, assim como ruas intransitáveis, mas sem o registo de vítimas humanas, são o resultado da chuva que caiu durante sete horas na sexta-feira (1), na província de Luanda, segundo dados provisórios divulgados hoje, sábado.

  • 01/02/2019 23:36:45

    Deputados da UNITA sugerem aumento dos postos de identificação

    Luanda - Deputados do grupo parlamentar da Unita manifestaram-se preocupados, face as enchentes que se registam nos postos de Identificação Civil e Criminal no município de Viana, em Luanda, e sugerem o aumento de mais serviços para se atenuar a demanda.

  • 31/01/2019 13:37:17

    Maior parte dos incêndios é causado por negligência

    Luanda - Cinquenta e um incêndios dos 72 registados, em Luanda, durante o mês de Janeiro deste ano, foram provocados por negligência, menos cinco em relação ao mesmo período de 2018.

  • 31/01/2019 13:15:38

    PN detém oficial no Cazenga por suspeita de corrupção

    Luanda - A Polícia Nacional deteve, na última quarta-feira, 30, um sub-chefe pertencente à 12ª esquadra, no município do Cazenga, em Luanda, por alegado envolvimento em actos de corrupção.