Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

31 Outubro de 2018 | 15h54 - Actualizado em 01 Novembro de 2018 | 10h01

Comissão multisectorial cria sistema de drenagem para águas do Kilamba

Luanda - A construção urgente de um sistema provisório de drenagem das águas residuais e pluviais provenientes da Centralidade do Kilamba, para escoar a água que inunda a via expressa, nos últimos dias, foi uma das conclusões a que chegou a comissão multi-sectorial que visitou hoje o distrito.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Rede de drenagem de água residuais

Foto: Angop/Arquivo

A comissão, composta pelos ministros da Energia e Águas, João  Baptista Borges, do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho, da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida e o Governador da província de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho, esteve, hoje (quarta-feira), a analisar as principais causas e soluções imediatas para colmatar as inundações registadas na via expressa.

Para superar definitivamente o problema do escoamento das águas no referido distrito, prevê-se, numa segunda fase, a construção de um sistema de macro drenagem da bacia da centralidade, segundo o técnico da direcção de infra-estrutura urbanas do Ministério de Ordenamento do Território e Habitação, Nuno Brandão, que falava à imprensa no final da visita.    

Disse desconhecer as causas ligadas a proveniência da água na via, o que obrigará uma reunião entre os quatro órgãos e o empreiteiro da obra, esta quarta-feira, com o propósito de  fazer-se  um estudo mais profundo da situação.

Questionado a cerca do conhecimento da carta de construção, o técnico afirmou que o ministério a que pertence tem o domínio de toda as redes técnicas construídas no âmbito da criação da cidade, sendo agora uma questão de pesquisa para detectar possíveis constrangimentos.

Quanto a criação do sistema de drenagem provisório, defendeu-se, disse tratar-se de uma acção urgente, possível de se concluir em um mês, ao passo que a definitiva  é caracterizada por um prazo longo de execução.

Justificou que as obras são feitas de acordo com os recursos  alocados  e que os constrangimentos de ordem financeira não permitiram a conclusão em simultâneo dos trabalhos.

Leia também
  • 08/11/2018 17:46:00

    Responsável sugere cooperativas numa única entidade

    Ndalatando - A necessidade da criação de uma única entidade que congregue todos os ramos do cooperativismo para melhor organização e defesa dos seus direitos foi defendida, hoje (quinta-feira), em Ndalatando, Cuanza Norte, pela vice-presidente da Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agropecuárias de Angola (Unaca), Ricardina Machado.

  • 08/11/2018 17:31:48

    APROSOC facilita registo de 400 menores de cinco anos

    Luena - Quatrocentas menores vulneráveis, de cinco anos de idade, da comuna do Lucusse, província do Moxico, beneficiaram, de Julho até a presente data, de registo de nascimento gratuito e vacinas contra o tétano e a pólio, no âmbito do Projecto de Apoio à Protecção Social (APROSOC).

  • 08/11/2018 17:24:09

    Anciã morre por Descarga atmosférica no Cuvango

    Cuvango - Uma anciã de 75 anos de idade morreu, quarta-feira, vítima de descarga atmosférica, no município do Cuvango, província da Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango, o porta-voz do Comando Provincial dos Serviços de Protecção Civil e Bombeiro, Inocêncio Hungulo.

  • 08/11/2018 17:15:30

    Paz exercício de soberania e segurança - diz responsável

    Luanda - A construção da paz é um exercício de soberania e de segurança nacional, por constituir a base para a defesa e preservação do bem comum, cujo objectivo fundamental deverá ser dotado as crianças e adultos, considerou hoje, quarta-feira, em Luanda, o director-geral da Fundação Eduardo dos Santos (FESA), João de Deus.