Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Junho de 2019 | 12h44 - Actualizado em 13 Junho de 2019 | 15h04

José Xavier sepultado sexta-feira no Uíge

Luanda - Os restos mortais do antigo director de informação da Agência Angola Press (ANGOP), José Eduardo Oliveira Xavier, vão a enterrar, sexta-feira, no cemitério municipal do Uíge.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Antigo director de Informação da Angop, José Xavier (arquivo)

Foto: Angop

O jornalista, reformado desde 2015, foi encontrado morto, na quarta-feira, na sua residência, no bairro Dunga, arredores da cidade do Uíge.

Filho de Xavier Miguel e Domingas José, o malogrado nasceu a 15 de Julho de 1958, no Cuimba, município com o mesmo nome da província do Zaire.

José Eduardo Oliveira Xavier concluiu, a 15 de Julho de 1998, uma licenciatura em Ciências da Comunicação pela Universidade de Beira Interior, em Covilhã, Portugal.

Reformado em 2015, havia sido admitido no quadro efectivo da ANGOP a 1 de Abril de 1982, depois de, entre 1976 e 1979, ter exercido a profissão de professor, na cidade do Uíge.

José Eduardo Oliveira Xavier desempenhou, entre outras, as funções de delegado da agência nas províncias do Moxico e do Uíge, director da Comunicação Social nesta última, além de director de informação e assessor na sede da empresa, em Luanda.

Assuntos Angola   Óbito  

Leia também
  • 12/06/2019 19:32:19

    Angola na reunião do Comité dos Prémios de Jornalismo da SADC

    Luanda - A República de Angola participa, de 17 a 21 deste mês, na vigésima quarta edição do Comité de Adjudicação dos Prémios de jornalismo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), a decorrer na Namíbia.

  • 12/06/2019 17:27:00

    SPCB com 114 novos especialistas

    Luanda- O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB) conta, a partir de hoje, quarta feira, com um reforço de 114 efectivos formados nas especialidades de investigação de causas de incêndios, radiocomunicação e operações com matérias perigosas.

  • 12/06/2019 15:51:46

    INAC regista 700 menores em trabalho perigoso

    Luanda - Pelo menos 700 petizes estiveram envolvidos, no primeiro trimestre deste ano, em trabalhos considerados perigosos, em todo país, indica o Instituto Nacional da Criança (INAC).