Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

12 Junho de 2019 | 17h14 - Actualizado em 12 Junho de 2019 | 17h13

População no Cuanza Norte clama por serviços sociais

Ndalatando - Habitantes da aldeia da Pedreira, a 11 quilómetros de Ndalatando, capital da província do Cuanza Norte, pediram ao governo a construção de um sistema de tratamento e distribuição de água potável.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Para o soba Francisco Rendeiro, que falava em nome dos 192 habitantes da localidade durante um encontro com o governador do Cuanza Norte, Adriano Mendes de Carvalho, a falta de um sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável na localidade obriga a população a consumir água não tratada retirada em cacimbas e rios, com os vários riscos inerentes.

Além da água e da energia eléctrica, os aldeões solicitaram também a construção de um posto de saúde e uma nova escola para atender a demanda de crianças, cujo número não precisou, matriculadas da iniciação a quarta classe.

Em resposta as solicitações, o governador prometeu trabalhar para dar solução às preocupações nos domínios da água, electricidade, educação e saúde, mediante a construção de algumas infra-estruturas, ainda neste ano.

Neste primeiro dia de visita ao município do Cazengo, o governante deslocou-se também a aldeia do Quilómetro 13, com uma população estimada em 340 habitantes, onde constatou problemas semelhantes, incluindo a existência de cerca de 50 crianças que estudam debaixo de árvores, por falta de salas de aulas.

A visita de constatação e auscultação do governador as localidades e instituições públicas e privadas do município do Cazengo (sede da província) estende-se até a próxima sexta-feira da próxima semana.

As populações das duas comunidades dedicam-se, maioritariamente, a agricultura.

Leia também
  • 12/06/2019 09:54:13

    Programa de saneamento constrói dez mil latrinas na Huíla

    Lubango - Dez mil 595 latrinas foram construídas de 2008 a 2019 nos 14 municípios da província da Huíla, no âmbito do programa "Saneamento Total Liderado pela Comunidade", que visa pôr fim à defecação ao ar livre no meio rural até 2022.

  • 12/06/2019 00:41:07

    Campanha contra sarampo prevê vacinar 75 mil crianças

    Quiculungo - Uma campanha de vacinação contra o sarampo arrancou terça-feira no município do Quiculungo, província do Cuanza Norte, prevendo imunizar cerca de 75 mil crianças dos seis meses aos 15 anos de idade.

  • 12/06/2019 00:14:58

    Governo do Moxico orienta acções prioritárias para o PIP 2019

    Luena - O governo provincial do Moxico vai reunir nos próximos dias com os administradores municipais para orientar as acções prioritárias a serem enquadradas no Programa de Investimento Público (PIP) 2019 e no remanejamento do Programa Integrado de Intervenção aos municípios (PIIM).