Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

22 Julho de 2019 | 18h37 - Actualizado em 22 Julho de 2019 | 19h48

RNA arrecada 490 toneladas de bens para vítimas da seca

Luanda - A Rádio Nacional de Angola (RNA) angariou 490 toneladas de bens diversos, entre produtos alimentares, roupa usada e calçados, no quadro da campanha de recolha de donativos para ajudar a população do Cunene, Namibe, Huíla e Cuando Cubango afectada pela seca.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Coordenadora da campanha, Ciria de Castro

Foto: Nelson Malamba

Das províncias da Região Sul, o Cunene é que enfrenta, há oito meses, a mais severa estiagem da sua história, que já deixou mais de oitocentas mil famílias e mais de um milhão de bovinos à beira da morte.

São, no total, 857 mil 443 pessoas a viver os efeitos da estiagem e um milhão e 100 bovinos em risco de morte, por fome ou por sede. A falta de chuva prejudica a agricultura de subsistência.

A Administradora Executiva da RNA para a Área de Marketing e Intercâmbio, Ciria de Castro Cassoma, fez saber, na cerimónia que marcou o encerramento oficial da campanha que teve início em Junho sob o lema "Unimos o país pelas vítimas da seca", que os bens recolhidos serão entregues ao Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher (Masfamu), que coordena o projecto a nível do Governo.

A responsável fez um balanço positivo da acção de solidariedade e agradeceu a participação da sociedade, bem como o apoio dos diversos órgãos de comunicação social na campanha, que promoveu igualmente partidas de futebol-salão e maratonas de futebol, entre outras actividades, para recolha de donativos.

Por sua vez, a ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Faustina Inglês, destacou a sensibilidade da população de todo país em acudir às vítimas da seca, realçando que o gesto demonstra uma clara manifestação de solidariedade e apoio para com os povos mais carenciados.

Em declarações à imprensa à margem do evento, o secretário de Estado da Comunicação Social, Celso Malavoloneke, felicitou a RNA e enalteceu a acção de promoção do exercício de cidadania em que angolanos se preocupam com outros angolanos, com actividades concretas para ajudar a mitigar o sofrimento daquelas regiões atingidas pela calamidade natural.

"A onda de solidariedade da sociedade encoraja os membros do Executivo, porque estamos conscientes que o problema da seca é muito complexo e exige uma abordagem cuidadosa, integrada e sustentável", sublinhou.

Cunene

Ainda nesta segunda-feira, a Associação Provincial do Desporto Motorizado (APDM) da Huíla procedeu a entrega de uma tonelada de bens alimentares ao governo do Cunene.

Entre os bens entregues, constam sacos de fuba de milho, arroz, massa e óleo alimentar, caixa de sardinha enlatada, embalagens de água mineral.

O governador do Cunene, Vigilio Tyova, agradeceu o gesto da associação, referindo que os apoios estão garantidos, visto que tem estado a receber bens diversos, tanto do Executivo, governos provinciais e organizações solidárias com a causa.

Lunda Sul

Nesta província, o músico Gabriel Tchiema e amigos arrecadaram 20 toneladas de bens diversos durante um espectáculo realizado no fim-de-semana, em Saurimo.

O show contou com as actuações de Lemba Katchokwe, Peso II, Mipica e Ministro, Cabedale, Gigante Mwana Wa Lunda, Thanga Salongo, Elo, e Lemba Kuduro.

Desde Outubro de 2018, as sementes não germinam e a colheita está comprometida.

Como resultado da falta de chuva, problema recorrente no Sul de Angola, 171 mil e 488 famílias enfrentam sérias dificuldades naquela província.

Leia também
  • 23/07/2019 18:02:38

    Casos de violência doméstica reduzem no Cunene

    Ondjiva - Cinquenta e seis casos de violência doméstica foram registados de Janeiro a Junho deste ano na província do Cunene, menos 21 casos comparativamente ao igual período anterior, informou fonte oficial.

  • 23/07/2019 12:06:52

    Posse de correspondentes de academia angolana em Portugal

    Lisboa - A académica e docente universitária santomense Inocência Mata toma posse, esta quinta-feira, 25, em Lisboa, como correspondente da Academia Angolana de Letras (AAL) em Portugal.

  • 21/07/2019 15:23:06

    Portugal acolhe Bienal do Ambiente em 2020

    Lisboa - A capital portuguesa acolhe, a partir de Março do próximo ano, a primeira bienal do ambiente, numa iniciativa do cidadão luso-angolano António Miguel Petchkovsky Morais, em coordenação com várias entidades oficiais, com destaque para o Projecto Cidade Verde da Europa Lisboa 2020.