Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

11 Setembro de 2019 | 07h05 - Actualizado em 11 Setembro de 2019 | 11h59

Detidos cidadãos acusados de venda e posse de arma de fogo

Ndalatando - Dois cidadãos acusados de posse ilegal e venda de arma de fogo e de uniforme policial foram detidos nos últimos 15 dias e apresentados esta terça-feira, em Ndalatando, província do Cuanza Norte, pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O facto foi dado a conhecer pelo porta-voz do SIC no Cuanza Norte, Adão Morais, no acto de apresentação de supostos marginais e meios apreendidos durante uma micro-operação conjunta com efectivos da Polícia Nacional, realizada no período em referência.

Informou que a venda de uniforme policial foi praticada pelo filho de um efectivo da Polícia Nacional, que comercializou a farda a um suposto agente da mesma corporação.

Já o tráfico de arma de fogo, do tipo AKM, foi praticado em Luanda, capital do país, por um suposto ex-militar das Forças Armadas Angolanas (FAA), residente em Ndalatando (Cuanza Norte), que vendeu o referido meio a uma empresa de segurança privada, não identificada.

O responsável do SIC disse tratar-se de primeiros casos do género registados este ano na província.

Precisou que, durante o micro-operação realizada nos últimos 15 dias, foram ainda detidos outros 10 cidadãos supostamente implicados nos crimes de furtos e violação, bem como aprendidos 120 quilogramas de liamba.

Durante o acto, foram, igualmente, apresentadas 11 armas de fogo recolhidas em mãos de meliantes, das quais oito do tipo AKM e diversos bens roubados em cantinas e residências, nos municípios de Cazengo, Lucala e Golungo-Alto.

Leia também
  • 10/09/2019 16:30:05

    ADRA quer flexibilização na legalização de terras

    Malanje - O director da Acção para o Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA) em Malanje, Fernando Santos, defendeu hoje (terça-feira) a redução de burocracias na legalização de terras para agricultura.

  • 09/09/2019 15:50:40

    Agentes sanitários actualizam conhecimentos

    Malanje - Sessenta Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário dos municípios de Cacuso e Quela, província de Malanje, participam desde hoje (segunda-feira) numa formação de refrescamento sobre controlo e prevenção da malária.

  • 09/09/2019 15:41:38

    Lançado concurso para exploração de centros de inspecção de viaturas

    Saurimo - A Direcção Provincial da Viação e Trânsito (DPVTR) na Lunda Sul lançou hoje (segunda-feira), em Saurimo, o concurso público para a construção e exploração de dois centros de inspecção de viaturas.