Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Setembro de 2019 | 09h14 - Actualizado em 14 Setembro de 2019 | 09h14

Resenha Social: Apresentação do plano de alfabetização marca semana

Luanda - A apresentação, pelo Ministério da Educação (MED), ao público o Plano de Acção para a Intensificação da Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos EJA Angola marcou a semana que hoje, sábado, termina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

EJA Angola tem como objectivo intensificar a mobilização da sociedade, com um conjunto de actividades para sensibilizar as famílias e as empresas a aderir as aulas de alfabetização.

Ao longo da semana marcou ainda o mundo educativo a informação do director nacional de ensino de adultos, Evaristo Pedro, de   que os subsídios dos alfabetizadores em atraso do ano 2015 estão já disponibilizados nos Gabinetes Províncias da Educação.

Entre as províncias ainda com dívidas de 2015, indicou Huambo, Benguela, Cuando Cubango  e Cunene, Cabinda e Bengo. Cada alfabetizador tem direito a um subsídio de 10 mil kwanzas mês.

Até 2015, de acordo com dados disponíveis, havia um registo de 18 mil alfabetizadores no país.

A informação de que a operacionalização e execução do Programa Integrado de Intervenção aos Municípios (PIIM) poderá contribuir para o aumento da rede escolar em Angola, cifrada actualmente em 18 mil e 297 escolas, destacou-se, igualmente, no decorrer desta semana.

O prognóstico é do secretário de Estado para o Ensino Técnico Profissional, Jesus Baptista, para quem o PIIM vai também promover a integração de novos alunos no sistema de ensino.

Na vertente sanitária merece destaque noticioso a informação sobre a pretensão do governo em diminuir os doentes em junta médica fora do país.

O Ministério da Saúde reagia a informações postas a circular por alguns jornais e nas redes sociais, que dão conta de alegadas dificuldades por que passam os doentes de Junta Médica, no caso específico dos residentes em Portugal, em virtude dos atrasos das transferências de dinheiro de apoio.

No plano da comunicação social fez manchete o anuncio da Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERCA) sobre o início do processo de atribuição de carteiras profissionais aos jornalistas angolanos, até ao final deste ano.

Para o efeito, a ERCA tem prevista a institucionalização da Comissão da Carteira e Ética, a ser eleita a 26 de Outubro de 2019, em Assembleia Geral.

A Comissão da Carteira e Ética terá como competências atribuir, renovar, suspender ou cancelar, nos termos da lei, os títulos de acreditação da Comunicação Social, bem como apreciar e sancionar a violação dos deveres éticos.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 13/09/2019 17:10:50

    Enfermeiros condenam atentados nos hospitais

    Luanda - A Ordem dos Enfermeiros de Angola (ORDENFA) repudiou, nesta sexta-feira, a ocorrência de atentados nas unidades sanitárias e advertiu as autoridades de direito para a necessidade de garantirem a segurança dos profissionais do sector nos seus locais de trabalho.

  • 12/09/2019 12:15:32

    Angolanos em Portugal solidários com vítimas da seca

    Lisboa (Da correspondente) - Trinta toneladas de bens diversos, entre roupas, calçados, material didáctico e livros foram recolhidos pelas associações angolanas em Portugal, para ajudar a acudir as vítimas da seca, na província do Cunene.

  • 11/09/2019 18:35:24

    ERCA avança para Carteira Profissional

    Luanda - Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERCA) prevê, até ao final do ano, dar início ao processo de atribuição de carteiras profissionais aos jornalistas angolanos.