Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

16 Setembro de 2019 | 22h31 - Actualizado em 16 Setembro de 2019 | 21h47

Cuanza Norte:Samba Cajú com mais água potável

Samba Caju - O abastecimento de água à população da vila de Samba Caju, sede do município com o mesmo nome, foi reforçado, hoje, segunda-feira, com a inauguração de um novo reservatório com capacidade de 80 metros cúbicos, construído no quadro das acções da administração local que visa melhorar o fornecimento deste liquido à população.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A infra-estrutura, inaugurada no quadro das comemorações do 17 de Setembro - Dia do Herói Nacional, que se assinala esta terça-feira, pela vice-governadora do Cuanza Norte para o sector político, económico e social, Leonor da Silva de Lima e Cruz, foi erguida num prazo de 90 dias, tendo orçado cerca de 26 milhões de kwanzas.

De acordo com a administradora municipal de Samba Caju, Susana Pereira Bravo, o reservatório construído em alvenaria vai aumentar a capacidade no fornecimento de água às populações, de 170 para 250 metros cúbicos, beneficiando mais de sete mil habitantes da vila e de bairros sub-urbanos, nomeadamente, 4 de Fevereiro, Kilamba e Havemos de Voltar.

A sede municipal do Samba Caju, possui um centro de captação e tratamento de água, constituído por um tanque com capacidade de armazenamento de 170 metros cúbicos  e bombagem de 92 metros cúbicos/hora, instalado na nascente de Mona-Ndombe, a três  quilómetros da vila.

Uma rede de distribuição com uma extensão de seis quilómetros, 14 chafarizes, dois dos quais inaugurados nesta segunda-feira, integram ainda o sistema de abastecimento deste líquido àquela vila.

Ainda no âmbito das festividades do 17 de Setembro, foi também reinaugurada, no sector do Pambo de Sonhe, a 26 quilómetros da vila do Samba Caju, uma escola do ensino primário e do I Ciclo, que tinha sido destruída parcialmente pelas chuvas, em Abril deste ano.

 As obras de reabilitação da infra-estrutura de seis salas de aulas tiveram a duração de cinco meses e custaram à administração municipal do Samba Caju 10 milhões e 200 mil kwanzas.

Além da colocação de um novo tecto, os trabalhos incluíram ainda a construção de uma nova fachada do edifício e de um muro de vedação, que antes não existia.

O empreendimento com capacidade para 800 alunos em três turnos, alberga neste ano lectivo 360 aluno do ensino primário (iniciação a 6º classe) e 105 do I Ciclo (7º a 9ª classe), sendo as aulas asseguradas por 10 professores.

Com perto de dois mil habitantes, o sector do Pambo de Sonhe, tem matriculados neste ano lectivo 645 alunos distribuídos em 15 salas de aulas, asseguradas por 16 professores.

Leia também
  • 16/09/2019 21:40:10

    Religiosos querem estudo científico sobre tolerância

    Luanda-Líderes de várias denominações religiosas defenderam, nesta segunda-feira, em Luanda, a intenção da realização de estudos científicos sobre a tolerância religiosa em Angola, com vista melhor a adequação as leis em vigor no país.

  • 15/09/2019 19:09:05

    Governo do Bié reitera parceria com a IEIA na vertente social

    Cuito - O Governo do Bié reiterou hoje, domingo, a aposta no reforço da parceria estratégica com a Igreja Evangélica dos Irmãos em Angola (IEIA), para a construção de mais escolas, postos de saúde, saneamento básico, bem como na moralização da sociedade, para a melhoria das condições de vida das populações.

  • 15/09/2019 16:18:53

    Ancião morto à paulada pelo sobrinho no Quipungo

    Lubango - Um cidadão de 60 anos de idade foi morto sexta-feira à paulada pelo seu sobrinho de 29 anos, no município do Quipungo, após breve discussão entre si.