Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

28 Janeiro de 2020 | 10h59 - Actualizado em 28 Janeiro de 2020 | 10h57

Governação deve responder anseios da população - Júlio Bessa

Nankova - A governação deve estar alinhada aos anseios da população para assegurar melhores condições de vida para todos, disse o governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, no município de Nankova, a 300 quilómetros a Leste de Menongue, capital da província.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governador provincial do Cuando Cubango, Júlio Bessa.

Foto: Amandio Miguel Morais

Júlio Bessa, que procedia segunda-feira a apresentação do novo administrador municipal, António Chilemo Isaac, defendeu uma política de proximidade que permita auscultar os munícipes para colher as suas prioridades.

O governante orientou o administrador a dar continuidade dos projectos estruturantes iniciados e realizar reuniões e visitas periódicas em todas as comunas e aldeias para manter estreita relação com as comunidades de formas a fazerem parte na definição das políticas de governação local.

Acções do novo administrador

Por seu turno, o administrador municipal do Nancova, António Isaac, em declarações à imprensa, depois do primeiro contacto com os munícipes, elegeu como prioridade a melhoria da acessibilidade e ligação do município à Menongue e vice-versa, que deverá ser facilitada por meio da colocação de duas pontes sobre os rios Mpalei Mpalei, Cubango e Lomba.

Assegurou que as pontes serão colocadas ainda este ano, uma vez que já existem e que apenas será feita a colocação, tendo, por outro lado, indicado o sector da agricultura familiar como outro foco da sua governação, a par da proximidade com as comunidades.

Defendeu o enquadramento de um técnico da agricultura para que, na visão da extensão rural, haja maior desenvolvimento do sector, numa altura em que já foram entregues tractores, charruas de tracção animal, para incrementar as lavras comunitárias.

“Outra grande preocupação tem a ver com a orientação do Presidente da República, no sentido de fazermos uma governação de proximidade, aonde todos os munícipes fazem parte e decidam o que pretendem para as suas comunidades”, realçou.

Avançou que continuará a primar por uma administração pública que promova o desenvolvimento económico e social e a boa prestação dos serviços públicos, destacando o sector social, mormente a educação e saúde, que também constituem prioridades.

Perspectiva a implementação, na sede do município, de um correspondente bancário para facilitar as transacções monetárias, sobretudo o levantamento das pensões dos Antigos Combatentes, que actualmente têm de percorrer longas distâncias com custos onerosos para as localidades aonde existe uma unidade bancária.

Estado dos sectores da saúde e educação

Em declarações à Angop, o director municipal da Educação no Nankova, António Mucanda, informou que a circunscrição conta com sete escolas que correspondem a 36 salas de aula, onde se lecciona da iniciação à 10ª classe.

São controlados 42 professores e no presente ano lectivo foram matriculados dois mil e 44 alunos, contra mil 824 do ano lectivo 2019.

Lamentou o facto de ainda existirem 217 crianças fora do sistema normal de ensino nas localidades de Mpaley e Tchidemba.

Na vertente da saúde, o director municipal, Garcia Malemele, disse ter uma ocorrência muito baixa em função do número da população, atendendo diariamente sete a quinze pessoas, apontando a malária, doenças diarreicas aguda, febre tifóide, doenças respiratórias agudas como as mais frequentes.

O município conta com cinco unidades sanitárias, sendo uma unidade de referência, o centro de saúde da comuna do Rito, posto médico do Tchimpande, Massondi e Casa Branca, asseguradas por 27 funcionários, entre enfermeiros, técnicos de diagnósticos e serviços gerais.

A unidade de referência, com a capacidade de 52 camas, presta serviços de urgência, medicina interna, pediatria e maternidade, mas que carece de médicos e enfermeiros licenciados.

No presente concurso público, o município foi contemplado com 22 vagas, mas não houve candidatura de médicos, estando necessitando entre três a cinco médicos de diversas especialidades.

No cumprimento da sua agenda de trabalho, o governador Júlio Bessa tem previsto para hoje (terça-feira) uma visita à comuna do Rito e depois seguirá para o município de Mavinga para a presentação da nova administradora municipal, auscultar as populações e apresentar perspectivas de governação em função das necessidades locais.

Com o mesmo objectivo, o governante, que se faz acompanhar pelo vice-governador para os serviços técnicos e intra-estruturas, Afonso de Antas Miguel, seguirá a digressão aos municípios de Rivungo, Dirico, Calai e Cuangar.

Leia também
  • 28/01/2020 02:12:18

    Governador reitera unificação das aldeias para instalação de serviços sociais

    Cahombo - O governador provincial, Norberto dos Santos reiterou, nesta segunda-feira, a necessidade de se unificar as aldeias do município de Cahombo, com vista a evitar a dispersão das mesmas e permitir a instalação de empreendimentos sociais.

  • 27/01/2020 16:58:15

    Famílias do "estaleiro do Sequele" serão realojadas

    Luanda - Doze famílias residentes num estaleiro de empreiteiros chineses, na Centralidade do Sequele, município de Cacuaco (Luanda), há mais de cinco anos, serão realojadas noutras áreas da capital do país, até ao dia 07 de Fevereiro deste ano.

  • 27/01/2020 13:15:27

    Chuva desaloja 5.033 famílias na Lunda Sul

    Saurimo - Cinco mil e 33 famílias da província da Lunda sul ficaram desalojadas devido a forte chuva, que se abate na região, destruíndo 1.355 residências, revelou hoje (segunda-feira), em Saurimo, o director em exercício do gabinete provincial da Família e Igualdade do Género, Venâncio Menga.