Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

08 Fevereiro de 2020 | 12h37 - Actualizado em 08 Fevereiro de 2020 | 12h37

Chuva mata 17 pessoas e desaloja 248 famílias no Huambo

Huambo - Dezassete pessoas morreram e outras 37 ficaram feridas na sequência das fortes chuvas que se abaterem na província do Huambo, entre 08 de Setembro de 2019 a 07 de Fevereiro deste ano, que causaram ainda o desalojamento de 248 famílias, num total de mil e 420 cidadãos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Governadora do Huambo, Joana Lina, visita zonas afetadas pelas fortes chuvas.

Foto: Angop /Huambo

O facto foi tornado público este sábado, pelo comandante do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros no Planalto Central, comissário bombeiro José Pinto, durante a reunião de emergência da Comissão Provincial de Protecção Civil, orientada pela governadora Joana Lina.

Neste período, segundo o oficial comissário bombeiro, 29 casas foram destruídas na totalidade e outras 240, de forma parcial, além de uma igreja, três escolas, igual número de pontes sobre o rio Cunene e 43 muros.

José Pinto informou que as autoridades registaram ainda, embora sejam dados provisórios, a inundação de 10 casas e de 150 hectares, com culturas agrícolas diversas.

O responsável salientou que as 248 famílias afectadas pelas chuvas, nos 11 municípios da província do Huambo, encontram-se a residir em situações precárias, sendo que alguns deles foram abrigados pelos vizinhos e familiares mais próximos.

Perante a governadora da província, na qualidade de coordenadora da Comissão Provincial de Protecção Civil, o comissário bombeiro José Pinto informou que as autoridades identificaram 200 residências em condições de risco estremo, por se encontrem em zonas adjacentes a rios.

Situada no Planalto Central de Angola, com uma área de 35.771 quilómetros quadros, vivem na província do Huambo, cujo período chuvoso do ano dura, aproximadamente nove meses, de 15 de Agosto a 15 de Maio, dois milhões, 519 mil e 309 habitantes, distribuídos em 11 municípios.

Tem um clima tropical, com uma temperatura média de 20.2 °C, Dezembro é o mês mais quente do ano, enquanto em Agosto tem uma temperatura média de 18.2 °C, sendo a mais baixa do ano.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 07/02/2020 15:10:26

    Responsável chama atenção para maior promoção da cidadania

    Huambo - O director do Gabinete da Educação na província do Huambo, Celestino Piedade Chiquela, ressaltou hoje, sexta-feira, a necessidade da adopção de uma consciência, por parte da sociedade, mais patriótica, para melhor servir a Nação com ideias firmes na promoção da cidadania.

  • 07/02/2020 10:52:44

    Cidadão espancado até à morte por acusação de feitiçaria

    Huambo - O cidadão Celestino Joaquim, de 53 anos de idade, acusado de feitiçaria, foi espancado até à morte esta semana, numa fazenda da aldeia de Lossango, periferia do município do Ecunha (Huambo), por um jovem de 23 anos.

  • 06/02/2020 09:26:05

    Chuvas desalojam mais de 700 pessoas na Calenga

    Caála - Cento e 50 residências ficaram destruídas e 750 pessoas desalojadas, em consequência das fortes chuvas que se abatem, nos últimos dias, sobre a comuna da Calenga (Caála), 33 quilómetros da cidade do Huambo, soube esta quinta-feira, a ANGOP, de fonte institucional.