Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

20 Fevereiro de 2020 | 20h58 - Actualizado em 20 Fevereiro de 2020 | 20h58

Mãe mata filho por suposta práctica de feitiçaria

Uíge - Uma criança de um ano de idade, acusada de feitiçaria, foi morta pela progenitora, no município de Cangola, província do Uíge, cortejado-a com uma catana, infomou a polícia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo a Polícia Nacional, que prestou, hoje (quinta-feira),  à informação, o crime ocorreu na aldeia de Quimbonzo, na comuna de Caiongo.

Pelas mesmas razões, a mãe, de 40 anos de idade, feriu mais três filhos de onze, nove e sete anos de idade. Duas das crianças estão internadas no Hospital Provincial do Uíge,  onde foram evacuadas pela gravidade dos ferimentos.

A suposta autora do crime, identificada por Luisa Mário, encontra-se detida numa das unidades da Polícia Nacional,  na sede da municipalidade de Cangola.

Segundo a policia, esta-se a apurar a saúde mental da suposta autora do crime.

Assuntos Família   Mortes   Província » Uíge  

Leia também
  • 05/02/2020 12:11:47

    Criança morre afogada em vala de drenagem na cidade do Uíge

    Uíge - Uma criança morreu afogada na tarde de terça-feira na vala de drenagem do bairro Papelão, na cidade do Uíge, após supostamente ter sido empurrada por outra durante uma brincadeira.

  • 31/01/2020 06:19:43

    Defendida extensão da rede eléctrica para melhorar qualidade de vida

    Uíge - A necessidade de criação urgente de condições para extensão da rede eléctrica aos novos bairros do Uíge, para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, foi defendida quinta-feira, pelo coordenador do grupo parlamentar na província, Pedro Augusto Conga.

  • 28/01/2020 01:23:42

    Falsos antigos combatentes devem ser denunciados

    Uíge - Os falsos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria que auferem ilicitamente das pensões devem ser denunciados para que o Governo tenha mais verbas para apoiar outros projectos exortou, neste segunda-feira, o secretário de Estado, Domingos André Tchikanha.