Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

06 Março de 2020 | 22h33 - Actualizado em 06 Março de 2020 | 22h33

Brigadeiro das FAA destaca determinação da mulher angolana

Uíge - O segundo comandante da Região Militar Norte, brigadeiro das Forças Armadas Angolanas (FAA) Tomás Hilukilua, destacou hoje, sexta-feira, na província do Uíge, a determinação e entrega da mulher angolana nas tarefas da defesa da pátria.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mulheres angolanas durante uma palestra sobre o 8 de Março

Foto: Alberto Juliao

O brigadeiro fez este pronunciamento quando discursava numa cerimónia alusiva ao Dia Internacional da Mulher, que se assinala domingo (8), tendo referido que em Angola a mulher sempre participou na luta pela independência e soberania do país.

A mulher angolana, ressaltou, tem dado provas ao longo dos tempos da sua coragem e inteligência na luta pela sua emancipação e para o alcance da paz do país.

Apontou como exemplo de heroísmo feminino no país a Rainha Njinga a Mbandi, Engraça Cabenha (conhecida rainha do 4 de Fevereiro), Kimpa Vita, Deolinda Rodrigues, entre outras mulheres que sempre lutaram pela defesa dos seus povos e independência do país.

Cuanza Sul

Sumbe - A directora do Gabinete Provincial da Acção Social, Família e Igualdade do Género do Cuanza Sul, Maria Neto, disse nesta sexta-feira, na cidade do Sumbe, que o 8 de Março é uma data que serve de reflexão sobre as políticas em prol da luta pela emancipação da mulher.

A directora fez este pronunciamentos durante um acto antecipado do Dia Internacional da Mulher, tendo frisado que a data representa um marco histórico da defesa dos direitos humanos e oportuna para discussão sobre a igualdade do género.

Reconheceu que o Plano Nacional de Desenvolvimento (PND) do quinquénio 2018- 2022, tem merecido especial atenção das autoridades, principalmente na questão de igualdade do género.

O Dia Internacional da Mulher comemora-se a 8 de Março, desde 1990 em homenagem as mulheres que morreram numa fábrica de tecidos, na cidade de Nova Iorque, Estados Unidos da América (EUA), por reivindicarem melhores condições de trabalho.

Zaire

Mbanza Kongo – A directora do Gabinete Provincial de Acção Social, Família e igualdade de Género do Zaire, Isabel Salvador, disse que o sector tem trabalhado na sensibilização nas comunidades no sentido de resgatar os valores morais e cívicos da nossa população.

Essa medida, ressaltou, visa reduzir o caso de violência doméstica como fuga à maternidade, fuga à paternidade, conflitos no lar, agressões físicas, entre outros problemas.

Por sua vez, a vice-governadora provincial para o sector de Intra-estrutura do Zaire, Ângela Diogo, que orientou o acto antecipado do 8 de Março, encorajou as mulheres a apostarem mais na formação académica e profissional, para se tornarem cada vez mais emancipadas.

Leia também
  • 06/03/2020 14:23:18

    Governo assegura distribuição de água em zonas críticas

    Sumbe - O governo da província do Cuanza Sul entregou hoje (sexta-feira), às administrações municipais, 240 moto-cisternas com capacidade de mil litros cada, para assegurar a distribuição de água às populações nas zonas críticas e mitigar a seca.

  • 03/03/2020 18:30:55

    Pouca afluência no recadastramento de antigos combatentes

    Sumbe - O Gabinete Provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria do Cuanza Sul regista, pouca afluência dos beneficiários na campanha de recadastramento e prova de vida dos pensionistas, a quatro dias do fecho do processo.

  • 01/03/2020 20:37:09

    Protecção Civil lança projecto "Escola Comunidade"

    Sumbe - A comissão municipal de Protecção Civil no Sumbe (Cuanza Sul) lançou, neste domingo, um projecto denominado "Escola Comunidade", que visa dinamizar a cultura preventiva contra os riscos de calamidades naturais na região.