Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

14 Julho de 2020 | 13h38 - Actualizado em 14 Julho de 2020 | 13h38

Conservatória prevê atingir 350 mil novos assentos de nascimento

Huambo - Trezentos e cinquenta mil novos assentos de nascimentos serão efectuados, até ao final do ano na província do Huambo, pela Conservatória do Registo Civil no quadro do novo programa de massificação de registos e emissão do Bilhete de Identidade (BI).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O facto foi anunciado hoje, terça-feira, pelo delegado provincial da Justiça e Direitos Humanos do Huambo, Ernesto Estêvão Pedro, no acto que marcou o lançamento do novo sistema de registo por livro (que emite duas cópias, uma integral para obtenção directa do BI e outras de arquivo), na aldeia de Kalicoque, arredores da sede provincial.

Disse que o processo, iniciado em Março deste ano, conheceu um desajuste devido a pandemia da Covid-19 que assola o mundo, o que permitiu atingir apenas a cifra de 70 mil novos assentos de nascimentos no primeiro semestre.

O responsável explicou ainda que, na aldeia de Kalicolque, a 10 quilómetros a Norte da cidade do Huambo, foram já efectuados duas mil e 500 declarações, que permitiram emitir 1.400 cédulas e 900 certidões, possibilitando que os cidadãos obtenham o documento no local.

Informou ainda que, na mesma localidade, a brigada do departamento de Identificação Civil e Criminal já emitiu 448 Bilhetes de Identidade em 45 dias e, simbolicamente, foram entregues 100 aos seus utentes, um programa que será extensivo a outras localidades do interior da província do Huambo.

O acto do lançamento do novo sistema de registo e emissão do BI foi orientado pelo vice-governador para o sector Técnico e Infra-estruturas, Leonardo Sapalo, que na sua intervenção destacou a importância de obtenção de registo e BI na vida do cidadão, por permitir o acesso aos serviços públicos e a inserção no mercado de emprego.

Acrescentou ainda que o Bilhete de Identidade constitui um documento que justifica que o cidadão é angolano, pode aderir a qualquer serviço público e privado, solicitado na escola, para o recenseamento militar, dai que deve ser bem conservado e não permitir que os estrangeiros obtenham esta tão importante documento de identificação.

Acrescentou ser este um investimento que o governo está a fazer no sentido de saber o número real dos cidadãos de cada localidade e permitir uma melhor planificação das acções de investimentos públicos.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 13/07/2020 12:54:09

    Suposto furto de feijão resulta em assassinato na Chipipa

    Huambo - Um cidadão de 30 anos de idade, identificado por Eduardo Ucuamanha, foi assassinado, no último fim-de-semana, na comuna da Chipipa, município do Huambo, por três indivíduos, supostamente por furto de dois sacos de feijão e 25 quilos de soja em grão.

  • 13/07/2020 10:03:11

    Caála estuda mecanismos de alteração da toponímia

    Caála - As autoridades do município da Caála (Huambo), em coordenação com as comissões de moradores, iniciaram, este mês, a estudar os mecanismos exigidos pela 14/16 (Lei de Bases da Toponímia), para atribuição de nomes às ruas e barros da municipalidade.

  • 12/07/2020 14:43:21

    IECA une-se as estratégias de combate à pobreza

    Huambo - A Igreja Evangélica Congregacional em Angola (IECA) na província do Huambo vai revitalizar, nos próximos cinco anos, o Programa de Melhoramento do Povo, que consiste no fomento da actividade agrícola nas comunidades, como forma de ajudar o Governo nas estratégias de combate à pobreza.