Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

13 Julho de 2020 | 22h30 - Actualizado em 13 Julho de 2020 | 22h24

PN reconhece erro do agente na morte de jovem no prenda

Luanda - A Polícia Nacional (PN) reconheceu, nesta segunda-feira, em Luanda, o erro e a imprudência de um dos agentes que efectuou os disparos, mortais, contra um cidadão de 23 anos de idade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Porta-Voz de Defesa e Segurança, Waldemar José

Foto: Nelson Malamba

Os disparos do referido agente, cujo incidente ocorreu às 23 horas de domingo último, no bairro do Prenda (lotes 9 e 10), durante um acto de fiscalização das forças de defesa e segurança nacional, também feriram um adolescente de 16 anos de idade.

O porta-voz do Ministério do Interior, Waldemar José, que lamentou o sucedido,  assegurou que o agente em causa já está detido e seguidamente será entregue aos órgãos de justiça.

Em consequência desse incidente, Waldemar José deu a conhecer que as forças de defesa e segurança tiveram que conter um acto de distúrbio, realizado pela população dessa circunscrição, tendo apelado os cidadãos a manter a calma e "não fazerem justiça por mãos próprias".

"Não se pode fazer justiça por mãos próprias, nem muito menos retirar a vida do agente, por ter atingido mortalmente um cidadão e vice-versa, primando pela justiça e pelo princípio da humanidade", alertou.

Por outro lado, o porta-voz apelou ainda os efectivos das forças e de defesa e segurança nacional a serem compreensíveis e pedagógicos na abordagem dos automobilistas que circulam na via pública sem o uso da máscara facial.

Esclareceu que nesse caso é compreensível quando um automobilista está na sua viatura sozinho sem o uso da máscara, porque "não põe em risco de contaminar ninguém".

Segundo Waldemar José, a obrigatoriedade do uso da máscara na via pública, por exemplo, é exigida quando o automobilista tiver no seu veículo mais um ocupante, por causa da exiguidade do espaço dentro da viatura.

Ainda nesse caso, acrescentou, também é, igualmente, obrigatório o uso da máscara quando o automobilista é interpelado pelo efectivo das forças de defesa e segurança ou conversar com outro cidadão, visando cortar a cadeia de transmissão da Covid-19.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 11/07/2020 21:50:29

    Covid-19: Ministro reitera medidas para saída de Luanda

    Luanda - O ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, esclareceu, neste sábado, que as saídas e entradas para Luanda só são admissíveis para casos de transportes de bens e serviços essenciais e acções de ajudas humanitárias.

  • 10/07/2020 17:22:15

    Lançado projecto "fale connosco"

    Luanda - Um projecto online direccionado à criança, denominado "Fale Connosco", foi lançado esta sexta-feira, pela Fundação Arte e Cultura e pelo Instituto Nacional da Criança (INAC).

  • 10/07/2020 14:29:53

    Ministro reafirma compromisso para transformação do CEFOJOR

    Luanda - O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, reafirmou, nesta sexta-feira, o compromisso de transformação do Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR) em centro de excelência, para reanimar, formar e refrescar os profissionais do sector.