Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

09 Outubro de 2020 | 20h13 - Actualizado em 09 Outubro de 2020 | 20h13

Lar da terceira idade de Menongue carece de transporte

Menongue - O lar da terceira idade de Menongue, capital do Cuando Cubango, precisa, com urgência, de uma viatura para apoiar a instituição, sobretudo quando sucedem casos de emergências de saúde dos 40 idosos, 10 dos quais do sexo masculino.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Há 24 anos de existência, o único lar de referência no Cuando Cubango nunca beneficiou de um meio de transporte, facto que tem obrigado a direcção depender de pessoas de boa vontade no transporte de idosos para uma unidade hospitalar, no caso de emergência.

No mês de Setembro, uma idosa de 60 anos morreu por atraso na assistência médica e medicamentosa, bem como no transporte para um hospital, depois de complicações de saúde no período nocturno.

Em declarações hoje, sexta-feira, à Angop, a responsável do lar, Rosa Intumba Afonso, informou que a instituição, que nunca teve nenhum meio de transporte, tem um posto de saúde mas sem medicamentos suficientes para atender casos de emergência, situação associada à falta de médicos e mais enfermeiros.

“A falta de transporte tem constituído uma grande dificuldade para o lar, porque quando os mais-velhos estão doentes, a situação torna-se ainda mais complicada”, desabafou.

Actualmente o lar conta com duas enfermeiras, que trabalham apenas de segunda a sexta-feira, sem nenhum médico de especialidade para atender questões pontuais de medicina mental, sobretudo, atendendo o factor idade, isolamento social e ansiedade.

De acordo com a responsável, a instituição recebe 362 mil kwanzas, como unidade orçamentada, mas que tal valor não tem chegado para manter funcional de forma adequada, facto que tem levado, na altura de emergência, depender, para o transporte, de boleias de pessoas de boa-fé e de aluguer de moto-táxi, vulgos kupapatas.

Para suprir as necessidades actuais, o lar precisa de cinco a dez enfermeiros, incluindo um médico de especialidade, um orçamento mensal de dois a três milhões de kwanzas, numa altura em que a questão de água potável e de fornecimento de energia eléctrica está já assegurada.

Leia também
  • 09/10/2020 18:53:03

    Covid-19: Lar de idosos carece de material de biossegurança

    Menongue - O Lar de Terceira Idade do bairro Hoji-Ya-Henda, arredores da cidade de Menongue, capital do Cuando Cubango, carece de material de biossegurança, tais como lixívia, sabão azul, álcool gel, detergente para roupa, termómetros e máscaras faciais, para a prevenção e combate à Covid-19.

  • 05/10/2020 15:59:11

    Governador apela ao pluralismo da informação na Rádio

    Moçâmedes - O governador do Namibe, Archer Mangueira, apelou hoje aos profissionais da Rádio Nacional na província a exercerem a actividade com o foco para o pluralismo da informação, isenção e sentido patríotico.

  • 02/10/2020 21:12:35

    Covid-19: Jovens encorajados a participar na sensibilização

    Menongue - A segunda secretária do MPLA no Cuando Cubango, Carla Cativa, defendeu hoje, sexta-feira, a necessidade de cada jovem filiado na JMPLA a ser um activista permanente na educação e sensibilização das populações sobre a segurança e higienização, no âmbito à prevenção e combate à Covid-19.