Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Sociedade

28 Outubro de 2020 | 17h49 - Actualizado em 28 Outubro de 2020 | 17h49

Covid-19: Vendedores desrespeitam medidas sanitárias

Malanje - Vários vendedores do mercado do bairro Cangambo, cidade de Malanje, incluindo ambulantes, exercem a sua actividade em dias não autorizados, no exterior do espaço de comércio, em desobediência ao Decreto Presidencial sobre a Situação de Calamidade Pública.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ilustração da COVID-19

Foto: Divulgação

Pormenor da Cidade de Malanje

Foto: Lino Guimarães

O actual decreto, que entrou em vigor no dia 24 deste mês, determina apenas as terças, quinta-feira e sábados para o exercício da venda nos mercados e na actividade ambulante.  

Numa ronda efectuada hoje (quarta-feira), pela Angop, no referido mercado, o maior da província, notou-se numerosas pessoas, entre vendedores e compradores, negligenciando o distanciamento físico, colocando-se em condição normal de contágio da Covid-19.  

Algumas vendedoras, que falaram sob anonimato, disseram que o facto de existirem lojas e armazéns de mercadorias a grosso e a retalho, abertos nas periferias do mercado, tem influenciado essa prática, uma vez que os vendedores aproveitam os dias em que os mercados informais estão fechados para “facturar”, mesmo com consciência da violação das regras de prevenção da Covid-19.

Essa realidade foi também constatada no mercado do bairro Ritondo e em alguns pequenos mercados de rua e locais de venda ambulante da cidade de Malanje.

A porta-voz da Comissão Provincial de Resposta à Covid-19, Yolanda Mote, apela aos cidadãos no sentido de continuar a primar pelas medidas de biossegurança, com vista a se evitar contágios da doença.

Reiterou a necessidade da observância de todas as medidas de prevenção, devido a tendência do aumento dos casos do Coronavírus na província, uma vez que já se regista um número considerável de pessoas contaminadas, cujos contactos directos em seguimento são de pelo menos 300.

Actualmente a província conta com um registo de 56 casos activos, um recuperado e nenhuma morte.

Leia também
  • 28/10/2020 11:10:55

    Derrame de petróleo afecta costa marítima do Nzeto

    Mbanza Kongo - A costa marítima do município do Nzeto é afectada, desde segunda-feira última, por um derrame de petróleo em águas profundas na província do Zaire, soube-se hoje, nesta localidade.

  • 27/10/2020 16:39:54

    SIC recupera armas de fogo em Benguela

    Benguela - Três armas de fogo do tipo AKM com os respectivos carregadores e munições, que haviam sido subtraídas por marginais a elementos de empresas de segurança, no município do Lobito, província de Benguela, na semana finda, foram já recuperadas pelo Serviço de Investigação Criminal, soube hoje, terça-feira, a ANGOP.

  • 27/10/2020 15:58:20

    Responsáveis reflectem sobre combate à pobreza

    Sumbe - Administradores municipais, directores de gabinete e chefes de departamento, na província do Cuanza Sul, participaram hoje, terça-feira, no Sumbe, num encontro de reflexão sobre o Programa Integrado de Desenvolvimento Local e Combate à Pobreza (PIDLCP).