Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Transporte

29 Junho de 2018 | 03h01 - Actualizado em 28 Junho de 2018 | 23h45

Ondjiva carece concessionárias de automóveis

Ondjiva - Automobilistas da cidade de Ondjiva, capital da província do Cunene, debatem-se com a falta de concessionárias de venda de peças de automóveis, para reposição e manutenção dos meios.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O facto foi reportado à Angop, por automobilistas da região, que disseram existir apenas e 12 casas de comercialização de peças de carro, mas o número é insuficiente para atender a demanda.

O professor Tchimbica Bernabé referiu que ficou 45 dias com a viatura parada por falta de uma peça que teve de comprar na África do Sul e o conserto foi feito na Namíbia por falta de especialistas no Cunene.

Por seu lado, a cidadã Fabiana Crispiniana salientou que não consegue fazer a manutenção em tempo oportuno do seu veículo, por falta de material básico como filtros, calços e cintas.

"Muitas das vezes sou obrigada a ir às cidades de Luanda ou Lubango para obter estas peças, por falta de concessionárias em Ondjiva", frisou.

Segundo a automobilista, quando aparecem as peças nas casas de venda os preços são muitos altos.

Por seu lado, os proprietários casas de venda de acessórios admitiram haver carência de peças e justificaram os preços altos do material devido a dificuldades na obtenção de divisas para adquirirem o produto na África do Sul e nos Emirados Árabes Unidos.

Já o chefe de Departamento dos Transportes da província do Cunene, Evaristo Sininguene, admitiu que as oficinas e casas de venda de acessório existentes na província não reúnem os requisitos estipulados para  a execução das actividades, de acordo com o regulamento de licenciamento de oficinas e equipamentos rodoviários.

Essas casas e as oficinas, asseverou, carecem de  infra-estruturas, especialistas e  equipamentos adequados.

Informou que as 12 lojas de venda de acessórios estão em via de legalização.

“A região o controla 33 oficinas, destas 12 estão legalizadas”, precisou.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 06/09/2017 19:25:53

    Cunene: Munícipes satisfeitos com funcionamento dos transportes públicos

    Ondjiva - Munícipes da cidade de Ondjiva, capital da província do Cunene, mostraram-se hoje, nesta localidade, satisfeitos, com a entrada em funcionamento dos transportes públicos que vão facilitar a circulação de pessoas e bens.

  • 21/12/2016 10:14:06

    Cunene: Operadoras de transporte inter-provincial registam aumento na procura

    Ondjiva - As operadoras de transporte inter-provincial que operam no Cunene têm registado, desde o início do mês de Dezembro, um aumento da procura por parte dos passageiros, que pretendem passar a quadra festiva junto das famílias em outras províncias.

  • 11/01/2016 15:56:41

    Cunene: Proprietários de táxis instados a legalizar-se

    Ondjiva - A directora provincial dos transportes, correios e telecomunicações no Cunene, Maria de Fátima Ndilipo, instou hoje, em Ondjiva, aos proprietários de táxi no sentido de procurar legalizar os seus veículos, para habilitarem-se ao serviço legal de transportes.