Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Turismo

09 Junho de 2018 | 23h06 - Actualizado em 09 Junho de 2018 | 23h06

Mau estado das estradas dificulta permanência de turistas no Camucuio

Camucuio - O administrador municipal do Camucuio, província do Namibe, Caita Cavaco, apontou sexta-feira, nesta cidade, o mau estado das estradas secundárias e terciárias como um dos principais factores que condicionam a permanência de visitantes nos vários pontos turísticos que esta localidade oferece.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Namibe: Serra das neves no Camucuio, população abre caminho para melhor circulação da via

Foto: Frederico Herculano

Namibe:Lagoa do Mulovei, municipio do Camucuio, provincia do Namibe

Foto: Anabela do Céu Fritz

Em declarações à Angop, o administrador disse que o péssimo estado das vias que ligam o município as demais comunas e localidades, onde estão concentradas algumas zonas turísticas, tem sido um dos motivos para o não desenvolvimento deste sector.

Apontou a Serra da Neve, com mil e 889 metros de altitudes, como sendo um dos principais pontos de atracção turística deste município, onde "só as pessoas mais curiosos e confiantes nas suas viaturas chegam para desfrutar da beleza que a natureza oferece, tirando algumas imagens que sirvam de recordação".

“ Para chegar mesmo até ao ponto mais alto da Serra é necessário ir a pé, pois a sua via ainda precisa de ser melhorada ou aberta, um trabalho que temos vindo a fazer junto com as comunidades, tirando pedras e paus ao logo do percurso e assim termos o acesso mais facilitado”, disse.

Neste município ainda encontramos outros pontos turísticos como as águas térmicas do Ndolondolo e a lagoa do Mulovei, locais que oferecem uma paisagem turística que encanta qualquer pela imensa água.

A lagoa do Mulovei actualmente tem servido de fonte para o abeberamento do gado do município do Camucuio e de outros pontos das províncias da Huila e Benguela, sobretudo no período de seca.

A mesma lagoa clama por obra de reabilitação urgente, pelo facto de uma das suas barreiras de protecção de água ter cedido, devido as fortes chuvas que se bateram no último mês de Março na zona sul do país, segundo o administrador.

“A lagoa necessita de uma intervenção urgente, pois já temos garantia do governo que nos próximos dias uma equipa técnica fará o levantamento dos danos e assim encontrar a solução para que a água não corra para outra margem”, acrescentou.

Para se ter uma noção do percurso, referiu que da sede do município do Camucuio até a lagoa são necessárias quatro horas de viagens e com uma marcha lenta, devido ao mau estado das vias.

Fez ainda noção ao facto de, neste município, encontramos também as pinturas rupestres do Tchipopilo, onde podemos encontrar gravuras de instrumentos de caça e pegadas nas pedras dos antepassados.

O município do Camucuio dista a 234 quilómetros a Norte da província do Namibe e possui mais de cinquenta mil habitantes, na sua maioria camponeses e criadores de gado.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 20/04/2018 03:17:50

    Namibe: Lagoa do Arco volta a encher após seis anos de seca

    Moçâmedes - A lagoa do Arco, considerada um dos pontos turísticos do município do Tômbwa (província do Namibe), regista um momento da sua história com o regresso dos cursos de águas desde o final do mês de Março, devolvendo a beleza do local paisagístico bastante visitado nos últimos dias por turistas nacionais e estrangeiros.

  • 30/03/2018 04:08:45

    Namibe: Turistas pedem maior conservação da Weliwítschia Mirabilis

    Moçâmedes - O responsável da companhia de turismo Travel Gest, Dinis Martins, pediu quinta-feira, durante a visita de 181 turistas de diferentes nacionalidades, maior conservação e preservação da planta Weliwítschia Mirabilis para que a sua beleza possa continuar a ser admirada por todos aqueles que a visitam no deserto do Namibe.

  • 12/11/2017 04:50:29

    Namibe deve trabalhar para estar na rota do turismo nacional

    Moçâmedes- A ministra da Hotelaria e Turismo, Ângela Bragança, aconselhou nesse sábado os operadores do ramo da hotelaria e turismo a trabalharem afincadamente para que a província esteja de facto estar na rota do turismo nacional com toda a sua relevância.