Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

21 Julho de 2020 | 18h04 - Actualizado em 21 Julho de 2020 | 18h05

Covid-19: Ambiente produz 3 mil barras de sabão artesanal

Malanje - Três mil barras de sabão artesanal serão produzidas, a partir de Agosto, pelo Gabinete Provincial do Ambiente, Gestão de Resíduos e Serviços Técnicos, no âmbito da segunda fase do projecto de fabricação e distribuição gratuita de sabão à população, para a prevenção da covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi adiantada hoje (terça-feira), pelo director do referido gabinete, José Neves, realçando que na primeira fase, que decorreu entre Maio e Junho, foram produzidas apenas 500 barras de sabão distribuídas a alguns moradores de zonas periféricas da cidade de Malanje, com realce para os bairros Carreira de Tiro e Quéssua.

Disse que na segunda etapa se pretende elevar a cifra de produção, tendo em conta a disponibilização de mais meios como a soda cáustica e óleo usado, este último, garantido pela fábrica de batata fritas de Cacuso, com a qual o Gabinete já estabeleceu um acordo.

Estarão envolvidos 12 técnicos do Gabinete Provincial do Ambiente, da Juventude Ecológica de Angola e jovens voluntários.

Segundo o responsável, para além de Malanje, o projecto de produção de sabão artesanal está igualmente a ser implementado nos municípios de Cacuso e Cangandala, onde estão engajadas maioritariamente mulheres.

Disse que a intenção é expandir a iniciativa nos 14 municípios da província, com vista a estimular a obrigatoriedade da lavagem das mãos, conforme orientação das autoridades sanitárias para evitar a propagação do vírus SARS-Cov-2.

Leia também
  • 06/07/2020 22:31:16

    Desactivadas 266 armadilhas no Parque Nacional de Cangandala

    Cangandala- Duzentas e 66 armadilhas de caçadores furtivos foram desactivadas durante o primeiro semestre deste ano, no Parque Nacional de Cangandala, informou o seu administrador, Victor Paca.

  • 18/06/2020 16:26:37

    Ambiente lança projecto de combate ao comércio ilegal

    Luanda - O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente lançou hoje um projecto de combate ao comércio ilegal da vida selvagem e ao conflito homem e animal em Angola.

  • 15/06/2020 11:27:42

    Município da Catumbela aposta na arborização

    Catumbela - A vila-sede do município da Catumbela e respectivas comunas contam, nos últimos dias, com trezentas novas mudas de árvores das espécies de eucaliptos, acácias e palmeiras, plantadas no quadro de uma campanha de arborização na província de Benguela.