Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

16 Outubro de 2020 | 13h05 - Actualizado em 16 Outubro de 2020 | 13h04

Moradores do Tande recebem casas em "Luanda Limpa"

Luanda - Vinte famílias residentes em zona de risco do Tande, localidade do distrito urbano do Seguele onde se extraem grandes volumes de inertes, foram realojadas, terça-feira, no bairro Luanda Limpa, Programa Habitacional Social no Zango IV.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O número é parte de 100 famílias residentes no Tande que devem ser realojadas em zonas seguras até final deste ano, numa iniciativa de uma comissão que enquadra os ministérios dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, da Cultura, Turismo e Ambiente, assim como a administração local.

Este processo é resultado de negociações entre moradores, comissão e Associação de Mineiros de Cacuaco, na sequência de denúncias que apontavam o impacto negativo da exploração de inertes sobre os habitantes do Tande

No processo, que deverá estar concluído até final deste ano, prevê-se o realojamento de 100 famílias que construíram residências definitivas e a entrega de parcelas de terrenos, no Zango IV, a outras que têm casas precárias no Tande.

No decorrer da entrega das residências, assistida por representantes dos ministérios dos Recursos Naturais e Petróleos, Administração Local, e Defesa e segurança, o presidente da Associação dos Minérios em Cacuaco, Pedro Hossy, afirmou que o processo vai abranger todas famílias daquele perímetro, para que estejam em zonas com melhores condições de habitabilidade.

Assuntos Habitação  

Leia também