Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

02 Outubro de 2020 | 17h50 - Actualizado em 02 Outubro de 2020 | 19h28

Setenta expositores participam na feira agropecuária e pescas

Cabinda - Setenta expositores dos ramos agro-pecuária, pescas e de empresas de prestação de serviços e indústria participam desde hoje, sexta-feira, na primeira edição da feira municipal de Cabinda, patente no pavilhão de jogos multiusos Barão Puna, centro da cidade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Diversos produtos do campo, com destaque para as variedades de banana, mandioca, ginguba, batata-doce e inhami, cebola, tomate, beringela, cenoura, couve, variedade de pescado e mariscos, dendém, óleo de palma, café e cacau estão expostos na feira, que vai até ao dia 4 deste mês.

A iniciativa do governo provincial serve para o relançamento da produção agrícola, como demonstração do potencial dos resultados da terra arável que os munícipes emprendem com a lavoura da terra.

A administradora municipal de Cabinda, Helena Berta Marciano, disse que os produtos em exposição representam o envolvimento e o compromisso dos agentes económicos ligados as áreas específicas e a sua contribuição na oferta da dieta alimentar diversificada aos munícipes de Cabinda e da população, em geral.

Referiu ainda que, com a realização do evento, estimula-se o interesse dos produtores para aumentar os níveis de produção e da produtividade.

A edição pioneira da feira municipal agropecuária e pesca realiza-se sob o lema “Fomentar Investimentos na Agricultura Pecuária e Pesca para melhorar a condição de vida do munícipe”, um lema com pertinência e actualidade para a realidade concreta da província.

A feira, que pode render aos participantes 25 milhões de kwanzas, realiza-se num momento difícil devido à Covid-19.

O vice-governador para o Sector Económico e Produtivo, Romão Macário Lembe, disse que é preocupação do governo de Angola diversificar a produção, tendo em conta a terra fértil onde os angolanos devem tirar o seu máximo beneficio.

Defendeu que esses incentivos servem para o aumento das capacidades de produção e oferta dos principais produtos do campo, para pôr cobro as importações.

O município sede de Cabinda conta com uma população estimada em mais de 600 mil habitantes, com duas comunas, Malembo e Tando Zinze, e as principais actividades da população, para além do sector petrolífero, são a agricultura, a caça e a pesca.

Assuntos Província » Cabinda  

Leia também
  • 28/09/2020 10:27:29

    Falta de assistência e de raçao causa morte de aves em Cabinda

    Cabinda - Trezentos e seis pintos dos 600 entregues, em Maio deste ano, a ex-militares no município de Cacongo, no âmbito do programa de fomento avícola e agro-pecuário, morreram por falta de acompanhamento e de ração.

  • 08/09/2020 19:12:40

    Empresas agricolas de preparação de terras recebem tractores

    Cabinda - Dez empresas vocacionadas à preparação de terras para a atividade agrícola em Cabinda, das 30 existentes, receberam esta segunda-feira da secretaria provincial da agricultura e pescas, dez tractores e seus respectivos equipamentos

  • 07/09/2020 08:48:14

    Falta de licença cria constrangimentos aos madeireiros de Cabinda

    Cabinda - A não atribuição de licenças ou ainda títulos de concessão para a exploração de recursos florestais em Cabinda, desde 2017, está a criar constrangimentos na actividade dos madeiros, situação que gerar escassez da madeira e a induzir o aumento dos preços.