Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Institucional

02 Outubro de 2018 | 14h00 - Actualizado em 02 Outubro de 2018 | 13h54

Embaixador em França realça potencialidades económicas de Angola

Luanda - O embaixador de Angola em França, João Bernardo de Miranda, realçou em Paris, as potencialidades económicas do seu país e do novo quadro político que, segundo ele, poderão atrair significativamente os investidores estrangeiros a trabalhar no território.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

João Miranda - embaixador de Angola em França

Foto: Lino Guimarães

O diplomata falava numa mesa redonda subordinada ao tema “Empreendedores, para desenvolver o crescimento, pensam em África”, realizada a 24 de Setembro último, numa promoção do Movimento de Empresários Franceses (Medef), em colaboração com o banco Société Générale, o grupo Total e o Conselho do Comércio Exterior de França.

Uma nota da Embaixada angolana em França chegada à Angop nesta terça-feira, refere que durante a intervenção, João Miranda fez alusão aos sectores prioritários relacionados com a agricultura, indústria, pescas, turismo, energia, águas, saneamento, bancos e seguros, telecomunicações e obras públicas.

Do ponto de vista jurídico, acrescenta a nota, o embaixador sublinhou a importância da nova lei de investimentos privados, que, na sua óptica, veio fixar os benefícios e as facilidades que o Estado angolano concede aos homens de negócios e os créditos de acesso aos mesmos, bem como estabelecer os direitos, os deveres e as garantias dos investidores.    

De acordo com a nota, João Miranda falou igualmente da lei da concorrência, que define o conjunto de princípios e regras que facilitam as actividades dos investidores.

Participaram no encontro sete países africanos, nomeadamente Angola, Costa do Marfim, Nigéria, Senegal, Quénia, Tanzânia e África do Sul.

Assuntos Diplomacia   Economia  

Leia também
  • 09/12/2018 15:32:05

    Comunidade angolana em França alertada a manter calma

    Luanda - Os cidadãos angolanos radicados em França foram alertados a manterem calma face à situação que se vive nos últimos dias em toda a extensão do país, caracterizada por manifestações violentas levadas a cabo pelo movimento “Coletes Amarelos”.

  • 19/10/2017 10:50:43

    Académicos debatem crescimento económico no país

    Luanda - Docentes e investigadores vão reflectir sobre o crescimento económico no país, à luz das políticas públicas gizadas pelo Executivo, com vista a apontarem soluções passíveis de acelerar o processo, no âmbito da diversificação da economia.